Stefanini abre Centro de Operações de Segurança na Romênia

0
13

O Grupo Stefanini amplia sua oferta de cybersecurity ao inaugurar um Centro de Operações de Segurança (SOC) para cobrir as necessidades dos clientes em toda a região EMEA – Europa, Oriente Médio e África. O SOC será operado a partir de Bucareste e já emprega um número significativo de especialistas em segurança cibernética, com a perspectiva de triplicar sua equipe até o final do ano.

Criada há 33 anos e com atuação em 41 países, a Stefanini entrou no mercado de segurança cibernética em 2016, quando iniciou uma joint-venture com a israelense Rafael Advanced Defense Systems. A empresa aproveita a tecnologia projetada para segurança cibernética de nível militar e seus próprios canais de vendas globais. Os serviços gerenciados de segurança da Stefanini Rafael cresceram rapidamente no Brasil, possibilitando a expansão da empresa para a América Latina, que também conta com um Centro de Operações de Segurança.

No ano passado, a Stefanini se associou à romena Cyber Smart Defense, uma das empresas de segurança cibernética mais dinâmicas do país. Com a joint-venture, a expectativa do grupo é atingir um faturamento de até 5 milhões de euros nos próximos três anos.

A Stefanini começou a comercializar seu portfólio de serviços na Europa em 2010. Graças ao alto nível de educação técnica na Romênia, o país se tornou o centro de TI da empresa para o continente. A multinacional emprega cerca de 2.500 pessoas na Europa – 1.500 na Romênia -, que atendem clientes globais em EMEA.

O novo SOC em Bucareste já atende várias empresas globais estabelecidas na Europa e tem um ambicioso plano de crescimento de 120% ano a ano, enquanto o mercado deve expandir 12% em 2021.

Outra oportunidade é que Bucareste hospedará o Centro Europeu de Competência em Segurança Cibernética, que distribui fundos nacionais e da União Europeia para projetos de pesquisa focados nesta área entre os estados membros europeus.

Deixe seu comentário