Microsoft adquire plataforma de desenvolvedores GitHub por US$ 7,5 bilhões

0
0

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira, 4, um acordo para adquirir o GitHub, a plataforma de desenvolvimento de software líder mundial, por US$ 7,5 bilhões, que reúne mais de 28 milhões de desenvolvedores, abriga mais de 85 milhões de repositórios de código usados por profissionais em quase todos os países.

Das maiores corporações às menores startups, o GitHub é o destino para os desenvolvedores aprenderem, compartilharem e trabalharem juntos para criar software. É um destino para a Microsoft também. Somos a organização mais ativa no GitHub, com mais de 2 milhões de "commits" ou atualizações feitas em projetos",  diz Satya Nadella, CEO da Microsoft.

Segundo o executivo, os desenvolvedores estarão no centro da solução dos desafios mais prementes do mundo. No entanto, o poder real vem quando todos os desenvolvedores podem criar juntos, colaborar, compartilhar códigos e construir o trabalho uns dos outros. Em todas as esferas da vida, vemos o poder das comunidades, e isso é verdade para desenvolvedores e desenvolvedores de software".

O comunicado da aquisição diz que a Microsoft vês três oportunidades claras à frente.

Primeiro, capacitar os desenvolvedores em todos os estágios do ciclo de vida de desenvolvimento – desde a ideação até a colaboração e a implantação na nuvem. A partir de agora, o GitHub continuará sendo uma plataforma aberta, à qual qualquer desenvolvedor pode se conectar e ampliar. Os desenvolvedores continuarão a poder usar as linguagens de programação, ferramentas e sistemas operacionais de sua escolha para seus projetos – e ainda poderão implementar seu código em qualquer nuvem e qualquer dispositivo.

Segundo, acelerar o uso do GitHub pelos desenvolvedores corporativos, com os canais de vendas diretas e parceiros e acesso à infraestrutura e serviços de nuvem globais da Microsoft.

Finalmente, levar as ferramentas e serviços de desenvolvedores da Microsoft para novos públicos.

Mais importante ainda, diz Nadela, reconhecemos a responsabilidade que assumimos com este acordo. "Estamos empenhados em sermos administradores da comunidade GitHub, que manterá seu ethos desenvolvedor, operará de forma independente e continuará sendo uma plataforma aberta. Sempre ouviremos o feedback dos desenvolvedores e investiremos em fundamentos e novos recursos".

Quando a aquisição for concluída ainda este ano, o GitHub será liderado pelo CEO Nat Friedman, um veterano de software livre e fundador da Xamarin, que continuará a se reportar ao vice-presidente executivo do Microsoft Cloud + AI Group, Scott Guthrie; o CEO e cofundador da GitHub, Chris Wanstrath, será um colega técnico da Microsoft, também subordinado à Scott.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui