Oi expande rede FTTH e anuncia ampliação do Oi Play e novo Streaming Box

0
0

De olho na crescente demanda por acesso a banda larga de mais velocidade e plataformas de consumo de conteúdos de vídeo, a Oi anunciou nesta terça-feira, 4, a expansão de sua rede fibra ótica até a casa do cliente (FTTH- fiber to the home), ao incorporar 60 novas cidades até o final do mês, dobrando o número de municípios atendidos, contra 27 ao final de 2018.

Ao mesmo tempo divulgou uma ampliação na sua oferta de serviços de vídeo streaming, com o lançamento de serviços inéditos. A nova plataforma Oi Play agrega funcionalidades inéditas, batizadas de "Pra trocar" e a Streaming Box.

Outro lançamento foi o Streaming Box, uma pequena caixinha que roda sistema operacional Andoird, que integra Oi Play, Netflix, YouTube, Google Assistant, entre outros aplicativos web, que podem ser exibidos numa TV convencional.

Oi Play

O Oi Play é a plataforma online de vídeo da Oi, disponível via web ou aplicativo. Com sua nova versão, a companhia oferece aos clientes uma solução completa para o consumo de conteúdo por streaming, com funcionalidades que garantem autonomia e personalização. No Oi Play, é possível assistir a vídeo on demand de diversos parceiros (Discovery, ESPN, FOX, Globosat, HBO, Telecine, Turner, Viacom e Vubiquity), ver canais ao vivo e alugar títulos. Na nova versão, a plataforma ganhou uma interface mais intuitiva, facilitou o acesso do cliente com um mesmo login para todo o conteúdo e ampliou a programação disponível, entre filmes, séries, noticiário, conteúdo infantil e esportivo.

A Oi desenvolveu uma tecnologia tipo single sign on, pelo qual o assinante através de uma única senha possa acessar os diferentes conteúdos, graças uma integração desenvolvida com seus parceiros, cujos recursos são processados com três tipos de tecnologia: se o cliente acessar o canal Discover, o conteúdo estará na plataforma da operadora; no Telecine, na plataforma do canal; e na terceira opção, como no caso da Fox e futuramente HBO, o acesso vai ser via APIs, onde os metadados são carregados para acesso à plataforma do parceiro.   

O Oi Play também apresenta agora a funcionalidade inédita "Pra trocar", que permite ao usuário escolher a cada mês quais serviços de video on demand vai consumir. Os conteúdos que estão disponíveis para troca têm um valor em "Plays", a moeda virtual da plataforma. Cada plano da Oi elegível a essa funcionalidade garante ao cliente uma determinada quantidade de "Plays" para fazer as transações. Assim, de acordo com seu interesse, ele escolhe os serviços de video on demand que quer usar no período e depois de 30 dias pode trocar por outras opções disponíveis no menu "Pra trocar".

Bernardo Winik

São elegíveis à funcionalidade "Pra trocar" novos clientes de telefonia móvel pós-paga e de pacotes Oi Total Play e Oi Total Conectado. Já o conteúdo do Oi Play está disponível para todos os clientes Oi de telefonia móvel pós-paga, TV por assinatura e banda larga. Até o fim do ano, o Oi Play estará disponível também para consumidores que não são clientes dos serviços da companhia, através de aquisição via cartão de crédito.

"Temos uma base de 1,5 milhão de assinantes de TV, 8,9 milhões na base de pós pago e banda larga, e agora com essa possibilidade de compra via cartão, nosso potencial de clientes são 210 milhões de brasileiros", enfatiza Bernardo Winik, diretor comercial da Oi.

Streaming Box

Roberto Guensburger

O Streaming Box, que integra Oi Play, Netflix, YouTube, Google Assistant, entre outros aplicativos em um equipamento fabricado pela Elsys sob encomenda, que conecta a TV convencional à internet. "A Oi é a primeira entre as operadoras da América do Sul a oferecer esse tipo de equipamento com sistema operacional Android certificado pelo Google. O produto, que chegará ao mercado em julho, é a nova aposta da Oi para ampliar o acesso a conteúdo na TV, com uma experiência digital completa, e também estará disponível para consumidores que não são clientes dos serviços da Oi", explica Roberto Guensburger, diretor de Produtos e Mobilidade da Oi.

Fibra

Lançada em 2018, a Oi Fibra apresenta resultados expressivos: no primeiro trimestre deste ano, chegou a 1,7 milhão de casas (Homes Passed – HPs). E conectou 200 mil casas (Homes Connected – HCs) até maio deste ano. O serviço se destaca em primeiro lugar nos últimos três meses (fevereiro a abril) no ranking que mede a qualidade de conexão à Netflix do Brasil. Além disso, pesquisa de satisfação realizada pela Oi este ano identificou que a Oi Fibra apresenta elevado Net Promoter Score (NPS, índice que mede a tendência do cliente a recomendar um produto). O serviço permite conexão de até 200 Mega por R$ 99,90 mensais.

Wink  diz que a Oi tem 360 mil quilômetros de fibra, duas vezes maior que a de qualquer outra operadora nacional, o que lhe confere uma potencial de expansão apenas com o ligamento da última milha na casa do assinante. Contabilizou 1,1 milhão de clientes. Para ele, essa infraestrutura trará uma vantagem competitiva para superar os 3,6 milhões de assinantes previsto para serem atingidos até o final do ano.

A Oi também vem ampliando a área atendida pela tecnologia 4,5G e, em março deste ano, a população coberta chegou a 17,7 milhões de pessoas. Nesses locais, através de parcerias com fornecedores globais, a rede da companhia também já está preparada para o 5G.

Deixe seu comentário