Samsung e Anprotec anunciam segunda fase de programa de aceleração para startups

0
0

A Samsung e a Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores) anunciaram nesta segunda-feria, 4, a segunda fase do Programa de Aceleração de Startups, resultado da colaboração entre a entidade, a multinacional coreana e o Centro Coreano de Economia Criativa e Inovação (CCEI) e apoio do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC).

Nesta nova etapa do programa, o número de vagas foi ampliado para dez startups. Além disso, o valor do apoio financeiro aumentou, podendo agora chegar a até R$ 250 mil por empreendimento. "Outra novidade desta rodada é que, não será mais exigido o tempo mínimo de operação das empresas candidatas. Isto é uma grande oportunidade também para os projetos mais jovens", explica Antonio Marcon, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Samsung no Brasil e responsável pelo programa.

Ao ingressarem no programa, as empresas receberão apoio financeiro e acesso a um amplo pacote de serviços que visam o  aprimoramento tecnológico e mercadológico de seus produtos e serviços. Entre essas atividades destacam-se acesso a tecnologias, treinamentos, assessoria, mentoria, networking e suporte às atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

"Os participantes desta segunda etapa irão se beneficar dos aperfeiçoamentos realizados na metodologia e nas práticas de aceleração desde a primeira etapa, como  a ampliação da rede de 5 para 12 incubadoras credenciadas em todo o território nacional. Outro fator a destacar é que as melhores startups serão ainda recomendadas para o programa de intercâmbio internacional na Coreia do Sul, criando oportunidades para que desenvolvam suas competências de exportação e possam acessar potenciais clientes e investidores no mercado global", afirma Sheila Oliveira Pires, superintendente executiva da Anprotec.

As inscrições podem ser feitas até 20 de agosto, neste link, por empresas de todo o Brasil. Para se candidatarem, as startups devem apresentar suas propostas de projetos de produtos ou serviços em umas ou mais áreas de interesse do programa, que são: 1) saúde digital, bem-estar e fitness; 2) educação digital; 3) segurança, privacidade & furto; 4) soluções de convergência e conectividade; 5) finanças digitais; 6) operadoras de telefonia móvel e consumidores; 7) gestão de baterias; e 8) novas experiências em redes sociais. As propostas submetidas serão avaliadas por uma banca especializada formada pela Samsung, Anprotec e as incubadoras selecionadas.

As empresas selecionadas nesta rodada serão convidadas a incubar seus projetos durante a vigência do programa, em uma das 12 incubadoras pré-selecionadas em todo o território nacional. Os empreendimentos oriundos de regiões e municípios diferentes das regiões das incubadoras também podem concorrer e, caso sejam selecionados, serão transferidos para uma incubadora recomendada pelo comitê gestor do programa durante o período de incubação. O programa terá duração de nove meses.

Deixe seu comentário