Brasil lidera descarte de lixo eletrônico na América Latina

0
6

Com 1,5 mil toneladas de e-lixo jogados fora anualmente, o Brasil é o sétimo maior produtor do mundo e lidera entre os países da América Latina, de acordo com o estudo Global E-Waste Monitor, realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU). Apenas 3% é coletado de maneira adequada, o que é preocupante, uma vez que, devido à composição química, suprimentos de informática como os cartuchos podem prejudicar o meio ambiente caso sejam descartados em lixo comum.

Para minimizar o impacto ambiental, Rodrigo Oliveira, especialista do Distribuidor de Toner, lembra que a HP e a Lexmark, por exemplo, têm desenvolvido projetos e priorizado produtos com cerca de 20% de sua composição proveniente dessa reciclagem e, assim, também utilizam menos material.

"Outro grande avanço em relação ao meio ambiente é o investimento em impressoras mais eficientes, que poupam até 35% de energia se comparadas às mais antigas, além de tecnologias como o uso de cera que deixa bem menos resíduo após a utilização. Alguns modelos Xerox trabalham, por exemplo, com impressão totalmente feita à base desse material, denominado tinta sólida, enquanto a Samsung o utiliza para revestir o pó de toner dos suprimentos", detalha o especialista do Distribuidor de Toner.

A conscientização do consumidor também é importante no momento de comprar um novo equipamento. Procurar modelos com certificação de sustentabilidade, como o selo Energy Star, e avaliar o gasto de energia tanto para operação como quando em modo de espera, são algumas das recomendações.

Deixe seu comentário