CargoX anuncia criação de projeto para caminhões autônomos

0
3

Com o objeto de pesquisar e desenvolver soluções para caminhões autônomos, cujos testes estão sendo realizados por diversas  montadoras  pelas estradas dos EUA e Europa, foi criada a CargoX Technologies, uma equipe brasileira de P&D para caminhões autônomos.

A transportadora já contratou parte dos colaboradores da equipe que ficará encarregada pela pesquisa.  Para integrar o time de BI – Business Intelligence, a empresa está em busca cientistas experientes em matemáticas e estatísticas com o objetivo de começar a desenvolver modelos matemáticos que permitirão fazer as viagens dos caminhões mais eficientes e seguras no futuro.

Segundo o Observatório Nacional de Segurança Viária, 90% dos acidentes de trânsito acontecem por falhas humanas. A estatística dos acidentes é particularmente relevante  para a indústria dos caminhões, já que os motoristas não conseguem descansar bem e dirigem durante muitas horas. "A nossa ideia não é substituir o motorista, mas ajudar diminuir a quantidade de ocorrências nas rodovias. Estamos capturando e processando milhares de dados para alimentar os Self Driving Trucks que as montadoras estão desenvolvendo", diz Federico Vega, CEO e fundador da CargoX.

Quando um caminhão sofre um acidente é altamente destrutivo, porém existe uma grande necessidade no mercado brasileiro de reduzir os acidentes. "Como fornecedores de cargas para os caminheiros é nossa responsabilidade trabalhar para baixar o numero de acidentes nas estradas e reduzir o número  de caminhões viajando vazios, os quais atrapalham o trânsito e contaminam o meio-ambiente sem necessidade", acrescente Vega. De acordo com dados da ANTT, mais de 40% dos veículos viajam ociosos pelas estradas brasileiras.

A CargoX está capturando todo tipo de informações relevantes para o mundo de transportes com a sua tecnologia, como as rotas mais eficientes e seguras durante as diferentes horas e dias do ano. "Estas informações iram auxiliar para tornar o transporte de cargas mais seguro, barato, rápido e eficientes em muitos aspectos", comenta o executivo. "Futuramente, esse conhecimento vai ajudar as montadoras a desenvolver caminhões autônomos", complementa.

Recentemente, a CargoX anunciou uma rodada de investimento de R$ 49 milhões liderada pela banco  de investimentos Goldman Sachs,  o mesmo investidor de empresas como a Uber e Facebook. A transportadora também apresentou um novo conselho de diretores, que incluiu nomes de peso da indústria de logística: Oscar Salazar – fundador da Uber -, Eddie Leshin – COO da Coyote Logistics – startup vendida por U$ 1.8 milhões, no ano passado e Hans Hickler.

Deixe seu comentário