Publicidade
Início Blogueria Como o WhatsApp vem impactando no relacionamento das empresas com os consumidores...

Como o WhatsApp vem impactando no relacionamento das empresas com os consumidores no aplicativo

1
Publicidade

Falar sobre transformação digital tem se tornado algo cada vez mais natural. Há anos, a tecnologia vive em constante evolução, mas com a pandemia, as estratégias para lidar com as adversidades foram redirecionadas para soluções focadas em resoluções de problemas, assim como opções mais completas de atendimento ao cliente. Quando falamos sobre o mundo digital, não estamos mais nos limitando apenas ao uso pessoal, mas também ao uso de recursos facilitadores para estreitar relacionamentos com empresas e clientes. Temos à nossa disposição uma vasta gama de aplicativos, que estão cada vez mais preparados para atender a diversos tipos de demandas, como o WhatsApp, por exemplo.

A maneira como as pessoas preferem realizar uma compra, resolver um problema ou esclarecer uma dúvida, mudou muito com o passar do tempo. A procura por canais digitais, como plataformas de e-commerce e marketplaces, cresceu de forma exponencial durante o período de isolamento social. Desta maneira, era esperado que o atendimento via aplicativos de mensagem também se tornasse indispensável. Aprimorar diferentes plataformas de comunicação, como o WhatsApp, facilita o contato com os consumidores, além de ser um bom investimento para prospectar clientes e garantir que eles tenham suas solicitações atendidas dentro do próprio aplicativo, sem terem que recorrer necessariamente a uma ligação, encontro presencial, e-mail ou mesmo baixar outro aplicativo da empresa (espaço na memória do celular hoje é ouro!).

No entanto, o WhatsApp está preparando algumas mudanças para o próximo ano, e a cobrança será por conversa em vez de por notificação (contato da empresa). A novidade valerá mesmo quando a sessão for iniciada pelo usuário. Hoje, o sistema do WhatsApp cobra por sessão de 24 horas mas somente quando a primeira mensagem é disparada pela empresa (geralmente uma notificação).

Assim, com a crescente necessidade de atingir as expectativas dos usuários e otimizar recursos, muitas empresas já perceberam ser inviável restringir seu atendimento apenas a sites e agentes humanos, é preciso estar onde o consumidor está – ou seja, aqui no Brasil, no WhatsApp.

Segundo um levantamento realizado pela empresa de pesquisas Opinion Box, em abril deste ano, cerca de 76% das pessoas se comunicavam com empresas por meio do WhatsApp; já 52% compram produtos ou serviços pelo aplicativo; e apenas 6% dos usuários consideram que esse tipo de interação entre cliente e empresa seja inadequado. A ideia de oferecer suporte rápido e personalizado, em um mundo cada vez mais imediatista, significa atuar em novas modalidades de atendimento e investir em recursos interativos que se adequem às necessidades, ao tempo e aos principais canais onde os clientes se encontram.

Apesar da modernização de muitos recursos, o SMS não faz parte dessa mudança, pois continua sendo utilizado como ferramenta de notificação ou autenticação para muitas organizações ou serviços. No Brasil, o recurso acabou perdendo força conforme a tecnologia avançou e novos aplicativos de mensagens instantâneas começaram a surgir sem custo para uso e advindos da popularização de planos de internet móvel no país, no entanto, ainda é uma ferramenta importante e complementar na comunicação das marcas.

Uma curiosidade, é que, nos Estados Unidos, menos de 20% da população possui o aplicativo do WhatsApp instalado em seus aparelhos celulares. Isso acontece porque a maioria dos americanos possui planos de telefonia que oferecem ligações ilimitadas e serviços de SMS gratuitos, fazendo com que essa ferramenta ainda seja uma das mais populares no país.

A troca de mensagens entre clientes e empresas faz parte de uma nova tendência, que torna aplicativos como o WhatsApp mais permissivos a soluções customizadas. Com os chatbots, os métodos de autoatendimento não só possibilitaram um suporte personalizado, como também se adequaram à nova maneira como as pessoas esperam ser orientadas. Com o intuito de otimizar e acelerar a comunicação, essa tecnologia tem gerado ótimos resultados entre as companhias e a devolutiva sobre as experiências dos usuários.

As necessidades mudam de acordo com empresas e casos de uso e, embora não seja possível replicar nos bots para WhatsApp serviços exatamente iguais aos sites, alguns recursos podem ser replicados e programados, de acordo com as estratégias de comunicação. O chatbot é agora uma tecnologia fundamental para desenvolver, gerenciar, alcançar escalabilidade e melhores resultados em relação à canais convencionais. 

Cassiano Maschio, diretor de vendas e marketing da Inbenta Brasil.

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário para Como o WhatsApp vem impactando no relacionamento das empresas com os consumidores no aplicativo Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Sair da versão mobile