LinkedIn registra forte aumento de receita, mas encerra 2014 com prejuízo

0
1

O LinkedIn divulgou nesta quinta-feira, 5, os resultados financeiros do quarto trimestre e de todo o ano de 2014 com um forte crescimento da receita em todos os segmentos. A receita da rede social de contatos profissionais totalizou US$ 643 milhões no quarto trimestre, o que representa um aumento de 44% na comparação com os US$ 447 milhões registrados em igual período de 2013. A receita em 2104 totalizou US$ 2,21 bilhões, um aumento de 45% em relação ao montante de US$ 1,52 bilhão apurado um ano antes.

O lucro líquido no quarto trimestre, porém, registrou queda de cerca de 19%, de US$ 3,7 milhões para US$ 3 milhões. No ano, a empresa teve prejuízo líquido atribuível aos acionistas de US$ 16 milhões, comparado a um lucro de US$ 27 milhões em 2013.

A geração de caixa medida pelo Ebitda ajustado (lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) foi de US$ 179 milhões no quarto trimestre, ou 28% da receita, na comparação com os US$ 111 milhões registrados no mesmo período de 2013. O Ebitda ajustado em 2014 foi de US$ 592 milhões, ou 27% da receita, ante US$ 376 milhões em 2013.

De acordo com o informe de resultados, a rede social de contatos profissionais, que continua a se expandir internacionalmente. Este mês ela lançou uma versão do site na China, que quase dobrou sua base de usuários, para mais de 8 milhões de pessoas. Hoje, quase 70% do total de usuários da rede são de fora dos EUA.

Analistas veem grande potencial de crescimento do LinkedIn, particularmente na publicidade online e seu navegador de vendas, lançado no ano passado como uma oferta independente, o que dá aos consumidores maiores perspectivas de vendas, juntamente com as recomendações automatizadas.

Os resultados agradaram Wall Street. As ações da empresa subiram 6%, para US$ 252,49 no after-hours trading da Nasdaq, negociação após o fechamento da bolsa, logo após a divulgação do balanço financeiro.

Deixe seu comentário