Solução monitora concentração de CO2 em ambientes de trabalho

0

A pandemia da Covid-19 mostrou ao mundo inteiro a importância de manter um ambiente de trabalho saudável, com excelente qualidade do ar dentro de prédios e escritórios, uma vez que a concentração de CO2 tem impacto relevante na produtividade dos colaboradores. Assim, é fundamental medir constantemente os níveis de CO2 dentro de prédios e escritórios, principalmente agora, com a retomada das atividades pós-pandemia.

"A Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (AI) são duas grandes aliadas de gestores que buscam melhorar a qualidade do ar em ambientes de trabalho", afirma Leandro Simões, CEO e co-fundador da EVOLV, startup de tecnologia com foco no setor de Facilities e Manutenção.

Com uso de sensores sem fio de última geração que medem níveis de CO2, temperatura e umidade, aliados a um software de gestão da qualidade do ar, a solução da EVOLVdestaca o que acontece em tempo real com o ar no interior do prédio, e ajuda gestores de facilities a tomar decisões e fazer os ajustes necessários para melhorar o ambiente para os colaboradores.

"A qualidade do ar em ambientes internos deve ser uma preocupação constante dos gestores, uma vez que já existem estudos que comprovam que elevados índices de CO2 em prédios e escritórios podem aumentar ausências ao trabalho e reduzir a produtividade, assim como a capacidade de tomada de decisões", afirma Simões. Uma elevada concentração de CO2 pode ser indicativo que a circulação de ar está ineficiente, o que ajuda a propagar doenças respiratórias. Além disso, a elevada concentração de CO2 tende a causar mais sonolência aos ocupantes.

Além de ajudar a melhorar a produtividade, a solução de monitoramento da qualidade do ar da EVOLV pode ainda ser aproveitada por executivos de sustentabilidade das empresas para reportar com maior transparência, e até mesmo CFOs podem utilizar as informações para identificar novas oportunidades de redução de custos.

"Nesta volta às atividades pós-pandemia, todos devem estar mais preocupados com a saúde ocupacional dos colaboradores, a começar pela qualidade do ar que é respirada, fator fundamental para um ambiente de trabalho saudável", comenta Simões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui