Tecnologias colaborativas podem melhorar a saúde e bem-estar de pacientes

0
58

Com a facilidade do uso da internet, de dispositivos móveis e acesso às redes sociais, a área de saúde tem se beneficiado e conseguido avançar no que se refere à união de profissionais e pacientes em prol de causas específicas, desde a medicina preventiva até o tratamento para doenças raras. Essas tecnologias chamadas colaborativas estão sendo disseminadas pouco a pouco no Brasil, assim como em todo o mundo. Para levar a profissionais e consumidores de saúde algumas informações importantes dessa área e algumas projeções sobre o que ainda está por vir, a SocialBase em parceria com o portal TI Inside (da Converge Comunicações, que realiza anualmente o Fórum de Saúde Digital) lança o eBook "Tecnologias colaborativas para a saúde".

No material educativo, o conceito de saúde colaborativa, ou e-Health, envolve a questão da relação entre personas, que podem ser médicos, pacientes, parentes de pacientes, instituições de saúde e outros profissionais e organizações. Para que essa comunicação aconteça de melhor forma, o eBook mostra que existem aplicativos e plataformas tecnológicas sociais que contribuem para amplificar a colaboração. Além disso, traz exemplo de softwares que possibilitam não somente a troca de informações, mas a elaboração de exames, diagnósticos, fisioterapia, consultas e todo o tipo de trabalho médico colaborativo, muitas vezes à distância – o chamado m-Health (Mobile Health) ou saúde móvel.

Ferramentas como prontuário eletrônico do paciente, prescrição eletrônica, telemedicina, bibliotecas virtuais e até redes sociais privadas também são citadas e explicadas no eBook. No final do material, o leitor verá cinco mitos sobre social health desconstruídos.

Segundo o expert em e-Health, Sean Chai, as tecnologias sociais e colaborativas possuem inúmeras ramificações à área da saúde, mas a potencialidade de amplificar certas qualidades fundamentais, como imediatismo, transparência, abertura e conectividade é o que torna a tecnologia colaborativa extremamente importante à saúde e o bem-estar. O segredo, segundo especialistas, é a colaboração, juntando expertises, facilitando acesso à informação e transpondo barreiras.

Deixe seu comentário