Twitter é rebaixado pelo banco Morgan Stanley e ações caem 6%

0
15

As ações do Twitter abriram o pregão desta segunda-feira, 6, na bolsa de Nova York (NYSE) em queda, após o banco americano Morgan Stanley rebaixar a recomendação das ações da rede de microblog para underweight – expectativa que a ação tenha performance inferior ao retorno total das empresas do setor. Os papéis da empresa iniciaram o pregão cotados a US$ 64,83, o que representou um declínio de 6% em relação à cotação de US$ 69 do fechamento da última sexta-feira.

A crescente competição por receita publicitária online foi apontada pelo analista do Morgan Stanley, Scott Devitt como a razão para o rebaixamento. Segundo ele, ao contrário do Facebook, o Twitter está em risco de continuar a ser um "produto de nicho" que vai ter dificuldade de se expandir para um público com potencial geração de dinheiro.

Devitt disse que, no ano passado, a receita mundial do Twitter com publicidade foi responsável por apenas 6% dos US$ 10,3 bilhões gerados pelo segmento de anúncios online, enquanto o Facebook deteve 66% desse mercado. Dentro de quatro anos, o analista estima que o Twitter detenha 10% de um mercado de publicidade socialmente habilitado e avaliado em US$ 29,4 bilhões.

"Apesar da facilidade com que os usuários podem se inscrever no Twitter, acreditamos ser mais complicado de entender como tirar o máximo proveito da rede de microblog em relação ao serviço do Facebook, que é mais fácil de usar", disse Devitt, em um relatório de pesquisa. Com informações de agências internacionais.

Deixe seu comentário