Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) Mercado Livre cresce 75% no primeiro trimestre

Mercado Livre cresce 75% no primeiro trimestre

0

O Mercado Livre divulgou os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2016, finalizado em 31 de março. A receita líquida da companhia foi de US$ 157,6 milhões, um crescimento de 6,4% em dólares e 75% em moeda constante. Excluindo Venezuela, o crescimento foi de 8,5% em dólares e 57% em moeda constante.

No Brasil, a receita líquida , foi de US$ 77,5 milhões no período, um crescimento de 13% em dólares e de 54% em Reais. O crescimento da operação brasileira em moeda local mantém o país na média de 50% de crescimento trimestral desde o primeiro trimestre de 2015.

A receita do Marketplace (principal serviço da companhia) na América Latina cresceu 75,4% em moeda constante e registrou uma leve queda de 0,7% em dólares. As receitas provenientes das outras unidades de negócios cresceram 74,4% em moeda constante e 19% em dólares, principalmente devido ao crescimento de Mercado Pago, Classificados, Envios e Publicidade.

O lucro bruto do primeiro trimestre de 2016 foi de US$102,2 milhões. A margem bruta ficou em 65% (ante 69,8% no mesmo período do ano passado). Esta redução da margem se explica pelo impacto das taxas de processamento de pagamentos e dos impostos sobre vendas gerados pelo crescimento do volume de Mercado Pago e Mercado Envios.

O lucro antes do pagamento de impostos foi de US$ 37,2 milhões, queda de 35% em dólares, representando 23,6% da receita contra 35,8% no mesmo período do ano passado, excluindo efeitos não recorrentes. O lucro líquido ficou em US$ 30,2 milhões, queda de 12,6% em dólares. O lucro por ação para o período foi de US$ 0,68.

Destaques operacionais

“O ano começou muito bem, e mostra que continuamos a crescer acima das taxas do mercado. Nosso foco continua a ser a melhoria continua da qualidade e quantidade dos serviços que agregam valor ao comércio eletrônico na América Latina. Os resultados desse trimestre indicam que o Mercado Livre tem oferecido valor a seus usuários com visão de longo prazo”, disse Stelleo Tolda, vice-presidente Executivo (COO) do Mercado Livre.

Foram vendidos 38,3 milhões de itens no trimestre – um crescimento de 39,4% em comparação com o mesmo período do ano passado. O Brasil foi o principal país a contribuir com este resultado por ter apresentado um crescimento de 45,6% em itens vendidos no trimestre.

O valor total transacionado na plataforma (GMV – Gross Merchandise Volume) foi de US$ 1,8 bilhão, crescimento de 101,7% em moeda constante e de 8% em dólares. Foram realizadas 27,5 milhões de transações de pagamentos via Mercado Pago, o que representa um crescimento de 85,5% ano sobre ano. O volume total de pagamentos foi de US$ 1,38 bilhão, 108% de crescimento em moeda constante e 32,7% em dólares.

A receita proveniente dos serviços de pagamentos de Mercado Pago em lojas online fora da plataforma Mercado Livre cresceu 128% no período em moeda constante, mantendo o ritmo de crescimento de três dígitos pelo quarto trimestre consecutivo.

A unidade de negócios Mercado Envios, que oferece serviços de logística, foi lançada no Chile no final do trimestre a partir de parceria com a transportadora Chilexpress. Em dados consolidados (somando os países em que o serviço está disponível), a quantidade de itens entregues por Mercado Envios cresceu 114% ano sobre ano chegando a 17,2 milhões de itens enviados. A maioria deste volume vem do Brasil.

As receitas com Publicidade cresceram 136% em moeda constante, alavancadas pelo aumento do uso da formato publicitário Product Ads.

A empresa informa ainda que em fevereiro passado completou a aquisição de 100% do capital da Monits S. A, empresa de Desenvolvimento de Software localizada em Buenos Aires, Argentina, que conta com 43 engenheiros na equipe.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile