SK Tarpon cria plataforma de tecnologia para logística

0
227

A SK Tarpon anuncia a criação da NSTech, plataforma de tecnologia para logística do Brasil. A iniciativa será gerida pela Niche Partners, que faz parte do ecossistema da gestora e que busca investimentos em empresas líderes em mercados de nicho, tendo desenvolvido uma tese ligada à tecnologia para a cadeia de Supply Chain.

A NSTech chega conjuntamente com a aquisição da empresa Brasil Risk, empresas de gerenciamento de risco e gestão de logística para grandes embarcadores e transportadoras – em especial para mercado de Fast Moving Consumer Goods, eletroeletrônicos e químicos, o que a consolida como a maior do país no seu segmento.

A plataforma tecnológica NSTech congrega atualmente quatro grupos de empresas, que possuem maior banco de dados do setor e quase 20 mil clientes. A plataforma vai ajudar os clientes a serem mais eficientes na sua logística: gastar menos, fazer entregas mais rápidas, de maneira mais simples e ágil, reduzindo a emissão de CO2, acidentes e roubos. Atualmente as empresas que formam a holding são: 

Buonny, empresa no segmento de tecnologia para gerenciamento de risco e produtividade logística, possuindo o maior banco de dados de motoristas do Brasil. A Buonny é líder absoluta no segmento voltado para pequenas e médias transportadoras, com mais de 12 mil clientes desse perfil, além de muito forte no varejo e agronegócio.

Opentech, empresa de gestão logística e gerenciamento de risco para operações complexas, operadores logísticos, empresas de produtos frigorificados e farmacêuticos, diferenciada pela sua tecnologia e inovação;

AT&M, do mercado de averbação de carga, com integração com mais de 400 ERPs e TMS e cerca de 70 milhões de documentos averbados mensalmente, que representam um valor transportado superior a R$1,2 trilhão ao mês;

Brasil Risk, empresa GR para grandes embarcadores e transportadoras, em especial no mercado de Fast Moving Consumer Goods, eletroeletrônicos, e-commerce e químicos, se destacando pela sua capacidade de customização.

O propósito de reunir as empresas no guarda-chuva da NSTech será gerar valor para o país por meio da otimização do setor logístico, contribuindo com o sucesso e crescimento com rentabilidade de cinco grandes categorias de clientes: motoristas, transportadores, embarcadores, corretores de seguro e seguradoras que atuam no transporte de carga.

"Existem uma infinidade de softwares e serviços, hoje com soluções muito focadas, porém pouco integradas, e em especial com uma base de dados totalmente fragmentada e de má qualidade. Acreditamos que podemos ajudar nossos clientes a serem mais eficientes e lucrativos. Por isso, estamos criando uma solução com tecnologia de ponta e integração total, para resolver todo e qualquer problema ligado a logística, iniciando pelo transporte rodoviário", diz Vasco Carvalho Oliveira Neto, CEO da Niche Partners e sócio da SK Tarpon.

As empresas somadas possuem atualmente oito produtos de alto valor para o setor da logística – sendo líder em cinco deles, com altas margens brutas e modelo SaaS, ARR de R$ 249 milhões, sendo 97% recorrente, e um net retention rate de 104%, o que atesta a qualidade dos produtos.

Atualmente a NSTech tem um pipeline de M&A de mais de 15 empresas, que visam complementar o portfólio de produtos para criar uma plataforma One Stop Shop, que simplificará a vida do cliente que poderá resolver seus problemas com apenas um click. Além disso, a plataforma é agnóstica, operando com potenciais concorrentes por acreditar que quem manda é o cliente, e que a coopetição veio para ficar. O objetivo é consolidar o setor na América Latina, onde já opera no México há mais um ano e atualmente está iniciando operações através de demandas de clientes na Colômbia, Peru e Equador.

"Ao final do dia, geramos valor para os consumidores finais e para os países como um todo. Uma logística mais barata, rápida e segura é o que todos queremos. Temos a visão de que a tecnologia, o uso intensivo da inteligência artificial, aliados a um time excepcional, são a melhor forma de endereçar estas questões. O propósito é criar valor para o mundo, por meio da otimização da logística. O Brasil gasta hoje cerca de 12% do PIB com logística contra 7% dos Estados Unidos. Mais de 40% dos nossos caminhões rodam vazios, gerando poluição, trânsitos e acidentes que poderiam ser evitados. Além disso, somos o 3º maior país do mundo em roubo de carga e temos anualmente mais de 18 mil acidentes de trânsito só em rodovias federais envolvendo caminhões. Juntos com os empreendedores que fundaram estas empresas excepcionais e um time fora de série, vamos mudar essa realidade. Seremos referência em ESG, e instrumentos indispensáveis para as empresas que se preocupam com o tema", reflete Vasco.

O empreendedor esteve à frente da estruturação da tese e dispõe de mais de 21 anos de vasta e comprovada experiência na indústria de logística, varejo e agronegócio. O modelo de negócio da holding foi inspirado na Roper Technologies, companhia americana centenária e que investe em empresas líderes de nicho, com um Market Cap de aproximadamente US$46 bilhões, e que desde o seu IPO superou o índice S&P em cerca de 5x.

"As empresas da NSTech seguirão operando com 100% de autonomia e independência, mas com uma visão do todo, ou seja, sempre pensando no sucesso dos clientes. O êxito deles será o nosso. Dois fatores foram fundamentais para o êxito destas empresas até aqui: cultura e foco. Acreditamos muito nisso, e vamos ajudar a reforçar e evoluir seus modelos, contribuindo para perpetuar os sonhos de seus fundadores. Nossa responsabilidade é enorme e vamos honrar as suas histórias de muita garra e determinação", complementa Vasco.

Deixe seu comentário