Microsoft anuncia nova plataforma de nuvem para competir com Oracle, SAP e Salesforce.com

0
0

A Microsoft está reformulando seus aplicativos de negócios voltados ao gerenciamento de tarefas corporativas como contabilidade, recursos humanos, vendas, marketing e gestão de clientes, entre outras, e integrá-los à nova plataforma Dynamics 365, que será fornecida na nuvem. A plataforma incluirá também ferramentas de análise de dados e visualização como Power BI e o assistente pessoal virtual Cortana, ambos da empresa.

Os aplicativos do Dynamics também poderão se conectar a programas de terceiros, incluindo de rivais como a Oracle, SAP e Salesforce.com, disse a Microsoft. Segundo a fabricante de software, a combinação de produtos diferentes em um único pacote vai permitir que os clientes escolham quais aplicativos precisam e tornar mais fácil o gerenciamento desses softwares. A ideia é competir de forma mais agressiva justamente nos mercados em que atuam SAP, Oracle e Salesforce.

Os produtos estarão disponíveis a partir do segundo semestre e terão conexão com a versão em nuvem do pacote Office. Assim, por exemplo, um representante de vendas pode enviar por e-mail a cotação atualizada de preços e informações armazenados no Dynamics sem sair do Outlook. "O mercado de aplicações de negócios é enorme e altamente fragmentado", disse Takeshi Numoto, vice-presidente de marketing para nuvem e negócios corporativos da Microsoft. "Achamos que é uma enorme oportunidade oferecer este conjunto ao mercado."

O anúncio do novo Dynamics 365 é parte da estratégia da Microsoft para impulsionar as vendas de aplicações de negócios na nuvem, o que pode ajudar também nas vendas do serviço de nuvem Azure, que fornece infraestrutura de computação para data centers.

No mês passado, a Microsoft anunciou a compra da rede social de contatos profissionais LinkedIn, por US$ 26,2 bilhões, batendo uma oferta da rival Salesforce.com, visando justamente reforçar o Office 365 e o Dynamics. Conectar o LinkedIn diretamente ao Office pode, por exemplo, facilitar o agendamento de reuniões de trabalho através de comunicados nas agendas dos funcionários na rede social. Os representantes de vendas também poderiam obter dicas úteis sobre potenciais clientes a partir de dados do LinkedIn.

A Microsoft também está introduzindo o AppSource, uma loja de aplicativos voltados ao setor empresarial por maio da qual os clientes podem encontrar e experimentar serviços baseados em nuvem da empresa e seus parceiros. Inicialmente loja irá disponibilizar mais de 200 aplicativos. Com informações de agências de notícias internacionais.

Deixe seu comentário