Telit investe US$ 11 milhões na compra de módulos celulares e inaugura nova sede em São Paulo

0
27

A Telit, empresa especializada em tecnologia de comunicação entre máquinas (M2M), anunciou a aquisição de diversas linhas de produtos da Novatel Wireless. São módulos celulares adquiridos no valor de US$ 11 milhões, o equivalente a cerca de R$ 38 milhões se convertidos à cotação corrente. Com a nova aquisição, a empresa também sentiu a necessidade de expandir os negócios também no Brasil.

No Brasil desde 2008, a multinacional é comandada por Ricardo Buranello, vice-presidente e diretor geral da Telit para a América Latina. O executivo acredita no potencial da Internet das Coisas para alavancar a economia brasileira. "Hoje já temos mais de 11 milhões de objetos conectados em nossa rede celular no Brasil."

"Como parte de nossa estratégia de crescimento, estamos deixando a nossa unidade no bairro de Pinheiros para ocupar um escritório maior na Avenida Paulista. As recentes aquisições feitas pela companhia, como é o caso da Stollmann (linha de Bluetooth) e Novatel (linha de módulos), criaram a necessidade de ampliação dos negócios também no Brasil", revela Buranello. Segundo ele, todos os módulos comercializados pela Telit são totalmente produzidos no país, na fábrica localizada em Pato Branco, no interior do Paraná. O município é conhecido por ser um polo de fomento à inovação tecnológica.

A empresa fechou 2015 com um faturamento de US$ 333 milhões, o equivalente a aproximadamente R$ 1,3 bilhão, sendo que o Brasil foi responsável por parte importante do faturamento global. A empresa atribui o bom desempeno no país ao impacto positivo da Internet das Coisas nas áreas de transporte, infraestrutura, energia e segurança patrimonial. "O cenário continua bastante positivo para o crescimento da empresa no Brasil. A previsão para 2020 é termos mais de 20 bilhões de 'coisas' conectadas no mundo, e este, sem dúvida, não é um futuro longínquo", finaliza Buranello.

 

Deixe seu comentário