Migração para nuvem acelera negócios dos clientes da e-Core

0
30

Post content – Para compartilhar as experiência de seus principais clientes, em diferentes segmentos de mercado, a e-Core consulting, em parceria com Atlassian, realizou nesta quinta-feira, 5, o evento virtual Executive Talk, ocasião que relatou o movimento recente da organização de origem australiana, Atlassian, que fez avanços em relação a sua plataforma de nuvem, ao mesmo tempo que anunciou que sua versão server on premise será descontinuada a partir de fevereiro de 2021.

 

Julio Chez, responsável pela Atlassian na América Latina, disse que a versão do software na nuvem libera o potencial das equipes de trabalho, e que, com a pandemia, o sistema torna-se ainda mais importante para a realização das atividades das empresas no ambiente de home office.

Com mais de 180 mil clientes, uma equipe de mais de 5 mil colaboradores, a Atlassian tem um faturamento superior a US$ 2 bilhões e escritórios em 12 países diferentes, que permanecerão trabalhando remotamente até junho de 2021, o que fica facilitado devido às características da plataforma que garante a produtividade e a colaboração das equipes independentemente da localização. Desse total de clientes, 90% já iniciam sua jornada no cloud, sendo que 25 mil usuários Atlassian Server estão nesse processo, com apoio dos parceiros, como no caso da e-Core, que presta consultoria especializada e ajuda no processo de migração.

Helder Cabral, Director of Engineering – Tech Excellence na Farfetch, uma plataforma de e-commerce global de moda, fundada há 12 anos, explicou que a empresa já tem bastante experiência no uso das soluções da Atlassian, já tendo migrado para a nuvem, atendendo mais de 3 mil usuários. Disse que dessa forma, pode usar as ferramentas de forma menos convencional, facilitando o trabalho das equipes internas, gerar reports para os investidores e respostas mais ágeis para as equipes de estratégias.

Gabriela Dias, Gerente Geral de Operações e SRE na PagSeguro, explicou que a empresa de meio de pagamentos tem uma história de agilidade, pois nasceu dentro do grupo UOL, pioneiro no mercado de plataformas digitais, o que facilitou os processos de  amadurecimento, fluxo de processos e regulação exigida pelo mercado financeiro. "O mindset de agilidade do UOL permitiu adotar essas mesmas práticas para atuar no mercado financeiro", enfatizou.

Ela explicou que no final de 2019, sem o contexto de pandemia, a PagSeguro já tinha metas desafiadoras para o setor para adotar as novas regulamentações do mercado financeiro, como o caso do PIX e da agenda de recebíveis, que acabou sendo adiada para o começo de 2021.

Disse ainda que já estava sendo desafiador cumprir o roadmap e implantar o catálogo de serviços da empresa antes da pandemia. "O UOL tem um prédio na Faria Lima, agradável para o trabalho dos milhares de colaboradores, que em 48 horas estavam trabalhando em casa. Fico muita orgulhosa, pois como os processos estavam maduros e bem estruturados, foi mais confortável trabalhar em casa nesse novo cenário".

O PagSeguro em abril e maio fez um balanço, todos trabalhando full home office, para reavaliar o modelo de trabalho a ser adotado em função da pandemia. "Tínhamos muitas métricas com o uso da ferramenta Jira, da Atlassian, e pudemos mostrá-las para avaliação de qual será o modelo futuro de trabalho a ser adotado. Com um bom time, métricas, roadmap dos processos e ferramentas que nos apoie, aí você consegue fazer milagre", comenta a executiva de forma bem humorada.

Luiz Martins, Diretor Corporativo de Tecnologia na Linx, diz que a empresa detém 46% do marketshare de software para o comércio no Brasil, com 3 unidades de negócios: o chamado Core, ERP para frente de lojas, farmácia, posto de gasolina, moda, etc: e-Commerce, do mercado online e o Lynx Pay, solução de meio de pagamentos.

Ela usa as ferramentas da Atlassian on premises, mas já está avaliando o processo de migração para o Atlassian Cloud com apoio da e-Core. "A decisão já foi tomada, só precisa ver os caminhos para ser implementada, pois exige um alto volume de integração com base legada", explica.

Martins disse que o projeto facilita distribuir o conhecimento para os clientes externos e internos, usar a ferramenta Confluence para gerenciar reunião internas, distribuir manuais, documentação, etc. Com a ferramenta Jira, 1.200 usuários trabalham com P&D para desenvolver produtos e novos serviços corporativos.

A Rumo, maior operadora ferroviária independente, com 14 mil km de ferrovia, cortando 8 estados, movimentando 25% dos transportes de grãos do país, migrou para o Atlassian Cloud com apoio da e-Core, implementando service desk e novas aplicações.

Fausto Sakamoto, Coordenador de Negócios e Operações na Rumo, enfatiza que a empresa queria implementar o Confluence, ferramenta de colaboração de documentos na versão on premise, mas com apoio da e-Core mudou para a nuvem e já está sendo utilizada. Também começou a utilizar a ferramenta Jira na área de TI e agora está expandindo para as áreas financeira e de engenharia.

Explicou ainda que a ferramenta pode ser usada pelos diversos departamentos diretamente, desmistificando que ela seja unicamente de TI. "É uma plataforma para desbloquear o potencial de todos os times", enfatiza Sakamoto. 

Opinião corroborada por Cabral, da Farfetch, afirmando que o look and feel da plataforma permite a pessoas que não são técnicas acessem a ferramenta, utilizar, gerar seus reports. Tem que se desmitificar que é uma ferramenta técnica, mas sim organizacional e transversal para uso organizacional.

Chez informou que a Atlassian está investindo para desenvolver templates para segmentos verticais, como financeiro, recursos humanos, entre outros, a fim de facilitar o trabalho dos clientes e dos desenvolvedores de apps, que com o uso da nova plataforma open API para nuvem podem criar novas soluções para o mercado. 

André Palma, Co-Managing Director da e-Core consulting, disse que nesse novo cenário do mercado, é preciso dar um salto tecnológico na gestão dos modelos de negócios e como eles se aplicam, pois assim eles vão gerar melhores perspectivas nos próximos anos.

Para saber mais detalhes sobre a e-Core consulting e Atlassian acesse: https://consulting.e-core.com/pt

Deixe seu comentário