OEA, Cisco e Citi Foundation abrem inscrições para Fundo de Inovação de Cibersegurança de US$ 200 mil

1
47
A Organização dos Estados Americanos (OEA), a Cisco e a Citi Foundation abriram inscrições para o Fundo de Inovação de Cibersegurança. A iniciativa, anunciada em maio de 2020 pela OEA e Cisco, e que também tem o apoio da Citi Foundation como patrocinadora, conta com um fundo no valor de US$ 200 mil para financiar projetos de inovação na América Latina.

As inscrições abriram ontem (5/11) e vão até o dia 4 de dezembro para organizações que têm projetos enquadrados nas seguintes categorias relacionadas à segurança cibernética: (1) Educação e conscientização, (2) Infraestruturas críticas, (3) Agências nacionais e políticas públicas , (4) Desenvolvimento de capacidades, (5) Trabalho remoto, (6) Inovação em segurança cibernética para pequenas e médias empresas (PMEs), (7) Mecanismos de resposta a incidentes e (8) Crime digital. Da mesma forma, podem se inscrever aqueles pertencentes a centros educacionais, centros de pesquisa, centros de tecnologia, PMEs ou agências governamentais. 

A OEA defende que é importante apoiar o desenvolvimento de talentos na região para ter capacidades locais de resposta às ameaças atuais de segurança cibernética. Por meio dessa iniciativa, a organização acredita que fornecerá recursos para tornar a região e o ciberespaço lugares mais seguros.
 
O Fundo de Inovação de Cibersegurança é parte da iniciativa dos Conselhos de Inovação em Cibersegurança, firmados entre a OEA e Cisco em 2019. Complementa a oferta de cursos gratuitos com distintivos digitais que estavam disponíveis entre 15 de julho ao 30 de outubro de 2020. A aliança visa promover recursos educacionais que possam ajudar a diminuir a lacuna nas habilidades profissionais em segurança cibernética, bem como promover a adoção de práticas de cibersegurança em face das demandas de trabalho remoto na região. 

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário