Telit adquire a startup do Vale do Silício GainSpan

0
7

A Telit anuncia a aquisição da startup GainSpan Corporation, provedora de soluções de conectividade sem fio – especializada no design e desenvolvimento de tecnologias Wi-Fi de potência ultrabaixa. A startup possui mais de 90 funcionários de Investigação & Desenvolvimento (I&D) e engenheiros de suporte espalhados em centros de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) em Bangalore, São José e Califórnia.

"À medida que nós entrarmos em uma era de maturidade IoT, começaremos a testemunhar outros novos espaços voltados para a Internet de Sensores, a Internet de Carros e a Internet do Digital", avalia Oozi Cats, CEO da Telit. Com matriz localizada no Vale do Silício, a startup é responsável pela fabricação e comercialização de chips e módulos para dispositivos alimentados por bateria e propriedade intelectual relacionada (IP), o que inclui network stacks (pilhas de rede) e projetos referência em aplicativos.

A aquisição expande o portfólio da Telit em soluções end-to-end e a posiciona como marca referência no mercado de dispositivos alimentados por bateria e que dependem do Wi-Fi e de outras tecnologias de baixo consumo de energia. As soluções da GainSpan estão presentes em vários segmentos de mercado emergentes da IoT tais como saúde, gestão de edifícios, logística, comercial e industrial.

As soluções da startup oferecem integração de Wi-Fi com tecnologias de baixo consumo como BLE e 6LoWPAN para conectividade segura. Os ativos da GainSpan alinham-se bem com os produtos da Telit, incluindo módulos celulares BT/ BLE e GNSS, além da plataforma IoT, o que reforça a proposta de solução "sensor-to-cloud" da empresa.

Além disso, de acordo com a recente pesquisa da IoT Forecasts da Machina Research, em 2025 a previsão é que 75% das mais de 27 bilhões de conexões IoT serão de curto alcance. As conexões, em grande parte, são compostas pelos vários tipos de Wi-Fi – tecnologia líder em aplicações dentro do cenário IoT e que depende da bateria devido ao seu baixo consumo de energia associado.

Deixe seu comentário