Portall Fliig propõe balcão de negócios para consumidores

1
0

Com uma proposta diferente, o Fliig chega ao mercado e promete mudar a relação de compra e venda. O portal, criado pela InHouse, permite que o consumidor escolha o produto ou serviço que quer adquirir e decida quanto deseja pagar por ele.

A plataforma funciona como um balcão de negociações, nela os consumidores criam um cadastro com detalhes do que querem comprar e acompanham as ofertas em tempo real, porém o mais interessante é que a transação é iniciada pelo consumidor e não pelo fornecedor, como de costume. No momento do cadastro das preferências, o cliente opta pelo preço e condições de pagamento mais favoráveis para ele, o inverso do que já acontece no mercado há anos.

Para os fornecedores, a ferramenta cria várias oportunidades de negócio, já que a empresa que oferece o produto sabe onde está a demanda e, com a mesma liberdade do consumidor, poderá fazer sua oferta com maior assertividade, realizando negócios de sucesso. Além disso, terá acesso a uma ferramenta de e-commerce sem a necessidade de realizar grandes investimentos, o que pode fazer toda a diferença, sobretudo para o pequeno e médio empresário. A empresa cadastrada no Fliig pode contratar também relatórios e pesquisas de mercado referentes ao comportamento de consumo, publicidades no site, entre outros recursos para otimizar seu negócio.

A ideia para a criação do Fliig surgiu da necessidade de inovar a relação de consumo na web e torná-la mais prática e dinâmica, por isso o portal já traz a lista de produtos e preços disponíveis na web, dessa forma o comprador está livre para praticar o seu "fliig" (demanda) e concluir a compra de forma rápida e econômica.

"Nós criamos o Fliig com o objetivo de proporcionar liberdade de escolha e poder de decisão de compra aos consumidores, tudo isso num ambiente seguro e dinâmico. Fliigar é um novo verbo, uma ação, uma escolha, uma liberdade… É você poder escolher um produto, bem ou serviço que deseja e dizer quanto e como quer pagar por ele", comenta Silvia Marinho, idealizadora e diretora executiva do Fliig.

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário