HMD Global investe em segurança para gerenciamento de dispositivos móveis

0
57

Tendo em vista atender a necessidade das empresas que buscam melhor conexão e experiência do usuário, principalmente com o aumento do número de pessoas conectadas à distância, tornou-se inevitável os aumentos de gastos com dispositivos corporativos. Esse cenário está retratado na pesquisa da HMD Global, que analisou as principais necessidades das empresas em 2020 e as expectativas para 2021, e o que as companhias buscam na hora de selecionar os fornecedores de dispositivos – como smartphones e outros serviços de tecnologia.

A empresa analisa demandas para trabalho remoto e aponta que segurança terá papel decisivo chave na escolha de smartphones para uso corporativo. Por esse motivo, a HMD ressalta as características dos seus dispositivos móveis Android Zero-Touch para otimizar a integração dos funcionários e a experiência de uso de dispositivos corporativos.

O zero touch integrado no Sistema Operacional certifica o registro de software, não do aplicativo, que demanda fazer configuração externa, limitando a segurança do aparelho. Como o registro do dispositivo na base da dados da empresa, ele vai associá-lo com o Zero Touch para configuração correta, evitando ataques que podem acontecer via aplicativo.

"As empresas da região se identificam com o sistema por conta do desempenho, facilidade de implantação, nível empresarial e custo como os principais benefícios", ressalta Juan Olano, diretor de portfólio da HMD Global para as Américas(foto).

Junior Fávaro

"Vivemos em um ambiente complexo e desafiador, onde os valores se tornaram mais importantes do que nunca. Desde a fundação da HMD Global, no final de 2016, falamos sobre o reconhecimento da Nokia como sinônimo de confiança, qualidade, segurança e confiabilidade, valores que fazem parte da nossa herança", afirma Junior Favaro, diretor de vendas e marketing da HMD Global no Brasil.

Outro serviço em expansão, oferecido pela HMD Global, onde segurança é fundamental, é o HMD Connect, serviço global de roaming de dados que permite que as pessoas ao redor do mundo utilizem um único SIM card para viajar, mantendo o controle de gastos – o cliente paga apenas pelo que utiliza. A versão empresarial desse serviço já está disponível em algumas regiões: a HMD Connect Pro, uma solução SIM de roaming global para IoT e uso empresarial. Com ele, as empresas podem obter cartões SIM em massa, simplificar suas operações para várias necessidades de conectividade em roaming e se beneficiar do console de gerenciamento centralizado para toda a frota de cartões SIM HMD Connect Pro.

O sistema provê conectividade para qualquer outro aparelho além da Nokia, e já está em uso por empresas de mobilidade veicular, medição, etc. "Um cliente está usando para a realização de testes médico. Ele manda para os pesquisadores um dispositivo com um app dos feed back da pesquisa, onde conectividade já está disponível. O pesquisador só precisa ligar o aparelho e usar de forma segura, sem precisar escolher qualquer operadora", explica Olano.

E diz que a empresa já tem acordo com 600 operadoras mundialmente, inclusive na América Latina, que podem usar uma chips para operar um sistema centralizado global, com acesso centralizado pela plataforma o via API. "No Brasil estamos fazendo pesquisas adicionais para estarmos alinhados com regulação local, e em breve devemos anunciar parceiros no país", acrescenta.

Pesquisa

A pesquisa da HMD Global analisou o que as companhias buscam na hora de selecionar os fornecedores de dispositivos – como smartphones e outros serviços de tecnologia:

Smartphone: peça fundamental no novo cenário

Devido ao seu preço acessível em comparação com outros dispositivos móveis, os smartphones serão uma peça fundamental para as organizações neste novo cenário. Segundo dados de uma pesquisa feita pela principal empresa de consultoria e pesquisa de mercado de IT – a IDC -, os smartphones (50%) foram os dispositivos mais utilizados para se conectar ao trabalho em 2020, e a expectativa é que essa porcentagem pode chegar a 61% neste ano.

Globalmente, três a cada dez empresas que foram entrevistadas pela IDC comentaram que investiram mais que o esperado em smartphones em 2020.

De acordo com dados do Google, o Android lidera o uso de smartphones globalmente, com 79% de celulares corporativos. Um dos recursos mais buscados entre eles é o programa Android Enterprise Recommended – certificação fornecida pelo Google a dispositivos que atendem padrões específicos de hardware, software, facilidade de uso, atualizações de segurança experiência do usuário. Segundo a pesquisa da IDC, 46% dos smartphones usados atualmente por empresas brasileiras já fazem parte do programa, e a expectativa é de que este número chegue a 61% nos próximos 12 meses.

A pesquisa leva em consideração quatro aspectos: software, atualizações de segurança, qualidade de fabricação e dispositivos recomendados para empresas.

"Os smartphones Nokia recebem atualizações de segurança mais rápidas – com o portfólio completo recebendo os updates -, além de atualizar todos os modelos para as versões mais recentes do Android, independente da faixa de preço. Estamos em dia com o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GPDR) e aprimoramos nossos recursos de segurança no nosso Centro de Excelência em Pesquisa e Desenvolvimento na Finlândia. As tendências que acompanhamos no mercado confirmam que estamos no caminho certo, com produtos que atendem às necessidades de segurança, privacidade e integração das empresas. Sempre acreditamos em produzir telefones que possam ser confiáveis, mantendo os usuários seguros e que controlem as missões diariamente – ano após ano", diz o diretor sênior de negócios da HMD Global para América Latina.

Além disso, a HMD Global tem alguns serviços de valor agregado para os clientes empresariais, como planos de seguro e garantia estendida para empresas. "Quando embarcamos pela primeira vez em nossa jornada como HMD Global, tínhamos o compromisso de sempre oferecer não apenas hardware da mais alta qualidade, mas também a experiência mais atualizada e segura, que se tornou um diferencial importante para nosso negócio. Temos trabalhado muito para definir o que mais podemos oferecer aos consumidores que agreguem valor real à sua experiência diária com o telefone. Construir o HMD Connect Pro foi o próximo passo natural", conta Olano.

5G

No segundo semestre de 2020, 65% das empresas latino-americanas planejavam migrar para a tecnologia 5G, de acordo com dados da pesquisa da IDC. Por esse motivo, a HMD Global está trabalhando para tornar os smartphones 5G acessíveis, tanto para os consumidores quanto para as empresas. No ano passado, o Nokia 8.3 foi apresentado ao mercado, um dispositivo com a tecnologia 5G sub-6 exclusiva com o maior número de novas bandas de rádio 5G de 600 MHz a 3,8 GHz.

"O 5G será transformador para muitos setores e também elevará significativamente a experiência móvel. Por isso, estamos investindo em 5G com uma estratégia muito focada, com o objetivo de democratizar essa tecnologia", finaliza Favaro.

 

 

Deixe seu comentário