Trend Micro e INTERPOL se juntam em ação contra crimes cibernéticos

0
0

Com o objetivo de promover um alerta sobre o crescente número de casos de ciberataques com temas ligados à Covid-19, a Trend Micro uniu forças com a Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL) no combate aos crimes virtuais que estão ocorrendo durante a crise do novo coronavírus.

A campanha mundial #WashYourCyberHands (lave as suas mãos cibernéticas, em tradução literal) tem por missão destacar os principais riscos e ameaças que os usuários correm no ambiente virtual durante a crise de covid-19, além de oferecer auxílio em como se prevenir para não cair em golpes de ciber atacantes neste período de pandemia.

A iniciativa surge de uma aliança internacional especializada em cibersegurança na qual a Trend Micro faz parte. O número de ataques maliciosos em ambientes virtuais tem crescido exponencialmente a partir de análises feitas por especialistas em combate a ameaças virtuais. Só nos três primeiros meses deste ano, a Trend Micro identificou mais de 900 mil ameaças on-line, como spams enviados por e-mail, malwares, phishings e outros tipos de golpes cibernéticos. Todos relacionados com o tema de covid-19.

Considerando esse cenário, a campanha buscará conscientizar usuários que, em razão do distanciamento social, estão trabalhando de casa. Essa conscientização contará com dicas de prevenção tanto para consumidores como também para empresas. A ideia de fornecer informações sobre como ter uma "higiene" no ambiente cibernético é fundamental para que indivíduos e corporações estejam munidos de informações para proteger seus sistemas e dados pessoas. A campanha será realizada ao longo de todo o mês de maio.

O trabalho de levar essas informações ao redor do mundo para que todos possam ser atingidos com as mensagens de alerta e prevenção será feito pela INTERPOL em conjunto com os principais especialistas em cibersegurança, o que inclui a Trend Micro. "Cibercriminosos estão diversificando os vetores de ataques para lançar golpes cibernéticos explorando o surto de covid-19. Essas ameaças estão causando sérios danos a pessoas e organizações, o que agrava um momento já crítico no mundo real. Agora é o momento de nos unirmos para colocar um basta nisso", afirma Craig Jones, diretor de Crimes Cibernéticos da INTERPOL.

A Trend Micro tem realizado atualizações constantes nos seus canais de comunicação para levar as últimas informações sobre golpes cibernéticos que utilizam do tema de covid-19. "Estamos orgulhosos em contribuir junto com a INTERPOL nessa campanha de alerta ao público. Nós iremos reforçar em nossas mídias sociais informações importantes sobre o alcance dessas ameaças para pessoas que estão trabalhando de casa e empresas, e o que elas podem fazer para permanecerem seguras", afirma Juan Pablo Castro, diretor de Tecnologia e estrategista de Cibersegurança da Trend Micro.

Deixe seu comentário