Mundo mobile: faça sua voz ser ouvida e invista na colaboração e capacitação

0
24

A oferta de serviços por meio de aplicativos mobile está em alta, impulsionada pelo crescente uso de smartphones e tablets pelas pessoas em todas as partes do mundo, que têm estes aparelhos intimamente ligados às atividades diárias, seja no trabalho, estudo, entretenimento ou relacionamento social com amigos e familiares. Principalmente agora, quando o distanciamento social da pandemia impulsionou a necessidade de se obter produtos e serviços remotamente, sem sair de casa.

Este aumento da demanda por serviços online levou as empresas a buscarem a entregar o melhor serviço através do mobile e, por esta razão, passaram a investir na melhoria de seus aplicativos em termos de funcionalidade, experiência e que pudessem funcionar corretamente no aparelho que o cliente possui, sem margens para erros para evitar que ele mude de app para ser melhor atendido. Neste caso, mudar de aplicativo pode significar mudar de empresa também.

Há algumas semanas, realizamos em nossa empresa uma conferência online com milhares de desenvolvedores e testadores de software para dispositivos mobile e tivemos a oportunidade de aprender um pouco mais com as experiências daqueles que estão na linha de frente da entrega de produtos e serviços mobile.

Entre os diversos temas relacionados ao mercado mobile, gostaríamos de comentar aqui um debate sobre o incentivo à comunicação com os colegas engenheiros de qualidade, desenvolvedores, de negócios – entre outros -, não apenas para iniciar as conversas relevantes sobre o plano de desenvolvimento de uma aplicação mobile, mas também para avançar nos aspectos do ciclo de vida de cada processo de desenvolvimento. E não apenas entre os membros diretos da equipe, mas também com indivíduos externos.

Isso ficou claro na apresentação Gatekeeper to Enabler: 5 Steps to Make QA the Darling of your Company, de Erika Chestnut, onde ela usa o clássico cult dos anos 80, 'The Neverending Story', para ajudar a ilustrar cinco estratégias sobre como "a qualidade pode se transformar por meio da colaboração e da capacitação em algo místico e mágico sendo que incentiva, capacita e capacita os outros". Compartilhamos aqui as ideias apresentadas pela especialista em QA – Quality Assurance e instrutora corporativa.

Estratégia # 1: definir qualidade – Com relação à qualidade, o que é aceitável e o que não é? Que padrão de qualidade você defende? Quando colaboramos com essas estratégias e medidas de sucesso e nos alinhamos com os valores empresariais essenciais, somos capazes de capacitar todos na organização para infundir qualidade em suas áreas de negócios de uma forma que todos entendam e apoiem. Somos também capazes de criar uma luz orientadora onde podemos buscar respostas de outras pessoas e obter ajuda, e de nos apoiar uns aos outros em direção a objetivos comuns quando a qualidade é definida;

Estratégia # 2: Construir relacionamentos e confiança, a base do trabalho em equipe – Uma equipe sem confiança resulta em má qualidade e fracasso do projeto. Portanto, ao definir qualidade, busque uma maneira de construir a sua equipe, não a desmoronar, envergonhando-a "aos gritos". Essa interação positiva será extremamente benéfica para todos no trabalho em prol de objetivos comuns;

Estratégia no. 3: Aproveite a influência e seja o pioneiro da qualidade – Você não está limitado apenas a testar. Você tem experiência (e também um excelente kit de ferramentas de controle de qualidade) e uma voz que pode influenciar a cultura da qualidade em sua organização. Faça sua voz ser ouvida! Fale sobre a mudança de práticas, quando necessário, para manter os padrões de qualidade. Fale menos sobre o controle de qualidade como um silo, no processo de entrega e mais sobre como infundir e projetar qualidade em todo o ciclo de vida da entrega, conduzindo esses padrões, bem como fornecendo testes. Traga à mesa de discussão a expectativa de se criar oportunidades e espaços para que outras vozes sejam também ouvidas. As vozes têm valor e influência;

Estratégia # 4: Capacite os outros a liderar – À medida que o espaço para que outras vozes sejam ouvidas esteja sendo criado, invista em capacitar outras pessoas para que impulsionem práticas e padrões de qualidade para que se tornem líderes de qualidade. Isso pode ser feito simplesmente capacitando outras pessoas com o conhecimento para agir sobre a história da qual já fazem parte e sobre as partes que fazem juntos;

Estratégia # 5: 3 C's: Colaborar, Comunicar e Coordenar – Qualquer tensão que possa surgir, conforme nos envolvemos em espaços nos quais não somos tradicionalmente vocais, pode ser aliviada através da por meio de colaboração, comunicação e coordenação. Então, assuma o controle da conversa para colaborar e desenvolver uma estratégia de testes coesa em toda a pirâmide de testes. Comunique-se para influenciar outras pessoas e coordene o processo de execução de suas estratégias definidas, como treinamento, implementação e monitoramento de métricas de sucesso.

Depois que ofereceu estas cinco dicas, Erika continuou afirmando que, ao acreditar e confiar em si mesmo é possível ajudar a reconhecer o valor da qualidade e impulsioná-la daqui para a frente. Assim como os personagens de 'The Neverending Story' apoiaram, encorajaram e influenciam uns aos outros para salvar Fantasia, você também é capaz de encorajar e capacitar outros para ajudar a cultivar um espaço e oportunidade para abrir as conversas e influenciar a qualidade. "Qualidade realmente é uma história sem fim", enfatizou a especialista ao encerrar a sua apresentação.

Este é um aprendizado que devemos levar em conta quando discutimos como trabalhar em equipe para entregar a melhor aplicação mobile. Como podemos observar, trata-se de um trabalho duro e permanente, mas que somente terá sucesso com o envolvimento aprofundado de todos. Testar o que será entregue ao cliente é muito mais do que um desejo: é um esforço que necessita ter uma voz a ser ouvida por todos os envolvidos. O cliente mobile agradece.

Juan Carlos Cerrutti, representante de Desenvolvimento de Negócios para América Latina da Kobiton, fornecedora de plataforma para testes mobile.

Deixe seu comentário