Valor de mercado do Facebook supera os US$ 200 bi, puxado pelo crescimento da publicidade móvel

3
1

O valor de mercado do Facebook ultrapassou a casa dos US$ 200 bilhões, o que o coloca entre as maiores corporações do mundo. A marca foi atingida na sexta-feira, 5, quando o seu valor de mercado subiu para US$$ 200,9 bilhões.

Nesta segunda-feira, 8, as ações da rede social subiram cerca de 1%, encerrando o pregão na Nasdaq cotadas a US$ 77,89 a ação, o que contribuiu para elevar um pouco mais o seu valor de mercado, para US$ 202,5 bilhões. Isso torna a rede social a 22ª maior empresa do mundo, atrás da Verizon Communicationse à frente da Toyota Motors.

Os papéis do Facebook subiram 9,3% desde 23 de julho, na comparação com um aumento de 0,7% do índice Standard & Poor 500, puxados pelo crescimento de 61% nas vendas de publicidade online no segundo trimestre, que totalizaram US$ 2,91 bilhões. A propaganda móvel respondeu por 62% das vendas de anúncios, acima dos 59% registrados no período anterior.

Esse desempenho também faz o CEO Mark Zuckerberger, que detém 61,6% das ações com poder de voto na empresa, a 13ª pessoa mais rica do mundo, segundo o Índice de Bilionários da Bloomberg. Ele é o responsável por transformar a exibição de anúncios em smartphones e tablets no principal negócio do Facebook. A alta nas ações aumentou a riqueza de Zuckerberg para US$ 34,5 bilhões.

Considerando os últimos 12 meses, completados na sexta-feira, as ações do Facebook saltaram 81% na comparação com o aumento de 21% do índice S&P 500. O valor de mercado da rede social também ultrapassa gigantes da tecnologia como a IBM e Oracle, embora suas vendas, estimadas em US$ 12,2 bilhões para este ano, sejam uma fração das empresas mais estabelecidas. Os investidores estão apostando no crescimento, e a maioria dos analistas recomenda a compra de ações da empresa.

3 COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário