Cooperativa agrícola russa lança moeda virtual própria Biocoin

0
0

A cooperativa agrícola LavkaLavka, da Rússia, emitiu sua própria moeda virtual, o Biocoin, segundo informações da publicação Kommersant. Sua oferta inicial (Initial Coin Offering – ICO) prevê arrecadar US$ 15 milhões, como parte inicial de uma rede de blockchain cujo principal objetivo é apoiar o desenvolvimento de fazendas familiares, que compartilham princípios cooperativos de consumo responsável e agricultura biodinâmica.

Em um futuro próximo os biocoins  serão aceitos pelos restaurantes do grupo Good Faith Restaurant Trevett Hooper (Pittsburgh, EUA), Coopera Terra (cooperativa agrícola na Itália), Obed.bz Moscou (fazenda, cooperativas agrícolas na Alemanha) e várias cooperativas agrícolas, lojas e restaurantes na Rússia, Europa e Ásia, que já estão negociando suas inclusões.

O volume de negócios da cooperativa LavkaLavka em 2017 será de cerca de 400 milhões de rublos. Os parceiros da plataforma têm cerca de 20 mil clientes por mês.

Os compradores LavkaLavka e outros participantes da plataforma terão de pagar uma taxa de 10% do custo de cada compra de Biocoin. Como ela prevê sua entrada na Bolsa, os preços serão maiores que os pagos pelos investidores durante o ICO.

O custo do desenvolvimento da plataforma se pagará mesmo antes da conclusão do ICO. Os resultados irão refinar o sistema de fidelidade, combinados com a plataforma de blockchain, para aumentar o número de usuários da plataforma ao abrir novos pontos próprios e expandir a base de parceiros.

Deixe seu comentário