Depois da HP, Symantec considera fazer cisão de negócios de segurança e armazenamento

0
0

A Symantec, fabricante do antivírus Norton, está considerando fazer a separação (spin-off) de suas operações para a formação de dois negócios independentes, segundo revelaram fontes próximas ao assunto à Bloomberg. Assim, uma das empresas será focada na venda de softwares de segurança e a outra em armazenamento de dados.

A cisão da fabricante pode posicionar as duas novas empresas como alvos de aquisição, uma vez que grandes empresas como a EMC e HP têm se interessado em negócios de segurança e de armazenamento independentes, ainda segundo as fontes. O anúncio do spin-off da Symantec se junta a outros três de grandes empresas de tecnologia que estão tentando tornar seus negócios mais focados e ágeis. Nas últimas duas semanas, Philips, eBay e HP também anunciaram a cisão de suas operações.

De fato, a Symantec tem se esforçado para acelerar o seu crescimento. A receita da companhia diminuiu no último ano fiscal e é projetada para ser inalterada neste ano, na medida em que a empresa lida com a queda nas vendas mundiais de PCs que afetou a demanda por seu software antivírus.

Nasdaq

O anúncio fez com que as ações da fabricante de antivírus na bolsa eletrônica Nasdaq registrassem forte alta nesta quarta-feira, 8. No pre-market, negociação que ocorre antes da abertura da bolsa, os papéis da companhia já operavam com elevação de 5,4%. Logo após o início do pregão, contudo, a subida diminuiu para 1,3%, com as ações negociadas a US$ 23,50, às 11h (horário de Brasília). Os papéis da Symantec continuaram a operar em alta durante todo o dia e encerraram o pregão cotados a US$ 24,01, elevação de 3,5%.

Deixe seu comentário