BlackBerry é rebaixada pelo banco Goldman Sachs e ações desabam quase 8%

0
0

As ações da BlackBerry caíram quase 8% no pregão da Nasdaq desta segunda-feira, 9, após o banco de investimentos americano Goldman Sachs rebaixar a recomendação de venda para as ações da companhia do nível compra para neutro, reduzindo o preço-alvo de US$ 10 para US$ 9. A informação é do site de finanças TheStreet.

Os papéis da empresa abriram o pregão cotados a US$ 10,23, queda de 4,1% em relação ao fechamento do dia anterior, quando as ações encerraram o pregão negociadas a US$ 10,67. No decorrer da tarde, a queda perdurou e atingiu pico de 7,8% às 14h25 (horário de Brasília), com os papéis cotados a US$ 9,83. As ações da empresa encerraram o pregão valendo US$ 9,86, recuo de 7,6%.

A analista do Goldman Sachs, Simona Jankowski, acredita que a fabricante canadense de smartphones deve reportar um "prejuízo considerável" no quarto trimestre do ano fiscal de 2015, encerrado em fevereiro, perda que deve aumentar ainda mais no ano fiscal de 2016, devido a queda nas receitas com software e serviços.

Deixe seu comentário