Batalha jurídica entre Apple e FBI envolvendo criptografia divide opiniões de americanos

1
0

A batalha judicial entre o FBI e a Apple para que esta quebre o código do software de criptografia do iPhone usado por um dos atiradores que mataram 14 pessoas de San Bernardino, na Califórnia, no início de dezembro do ano passado, tem dividido as opiniões dos americanos sobre até onde deve ir a garantia de privacidade do usuário e até onde o governo tem o poder de invadir a liberdade individual em nome da segurança nacional.

Uma pesquisa conjunta realizada pelo The Wall Street Journal e a NBC News revela que cerca de 42% dos 1,2 mil eleitores entrevistados disseram que a Apple deve cooperar com a polícia federal americana e desbloquear o iPhone do atirador de San Bernardino, enquanto 47% afirmaram que a Apple não deve colaborar.

A pesquisa tem uma margem de erro 2,83 pontos percentuais para mais ou para menos. Mas é o corte feito por filiação partidária dos eleitores que participaram do levantamento durante as primárias que estão sendo realizadas nos EUA pelo Partido Democrata e Partido Republicano que revela as dicotomias reais.

Entre os eleitores registrados que se identificaram como republicanos, 57% disseram que estavam preocupados que o governo não esteja fazendo tudo que pode para proteger a segurança nacional do país. Dos eleitores que se indentificaram como democratas, no entanto, 37% disseram que estavam preocupados que o governo possa ir longe demais e invadir a privacidade de seus cidadãos (veja gráfico abaixo). Entre os independentes, 58% disseram que a Apple não deve cooperar com o FBI, contra 28% que disseram que a Apple deveria colaborar.

Até agora, a Apple vem obtendo o apoio da maioria dos seus pares do Vale do Silício, incluindo empresas de tecnologia como Facebook e o Google.

Print

1 COMENTÁRIO

  1. A informação parcial conduz ao mal entendimento. Decodificar 1 celular é completamente diferente de passar a chave de segurança de todo o sistema, backdoor, que é o que o FBI quer. Até o presidente da Mcfee já se dispôs a decodificar o celular mas o FBI que entrar numa seara que é o acesso a todos os celulares no mundo que usam esse sistema. Nesse ponto Apple tem razão.

Deixe seu comentário