Aplicativo malicioso infecta 620 mil Macs no mundo, 2,3 mil apenas no Brasil

0
21

Usuários de computadores Macintosh, da Apple, costumam utilizar como argumento para a escolha do equipamento, além da qualidade e do design, a baixa incidência de vírus e malwares. Mas ao que parece essa tese começa a cair por terra. Um botnet descoberto na semana passada infectou 620 mil Macs em todo o mundo, de acordo com levantamento feito pelo laboratório russo Kaspersky Lab.

Cibercriminosos se aproveitam da curiosidade dos usuários para que eles cliquem em um link malicioso e baixem um arquivo. Após o download, o computador se torna infectado por um código que o transforma em parte de uma rede botnet – e permite que os hackers roubem senhas ou transformem a máquina em um “zumbi”. Ou seja, o computador passa a realizar tarefas sem que o usuário se dê conta disso. A descoberta da semana passada se propaga por meio de um aplicativo malicioso desenvolvido em Java que simula ser uma atualização do plugin Adobe Flash.

De acordo com a Kaspersky, aproximadamente 301 mil bots ativos estão nos Estados Unidos, principal país no ranking de máquinas infectadas. O Brasil e o México são destaque em infecções na América Latina. A região acumula 133 mil Macs com o malware, sendo 6 mil no México e 2,3 mil no Brasil. Analistas da empresa de segurança alertam que este número está crescendo.

“Com base nos endereços IPs dos computadores Macs infectados na América Latina, pudemos confirmar que entre as vítimas estão alguns bancos, empresas e veículos de comunicação, entre outras companhias”, afirma Dmitry Bestuzhev, diretor da equipe de análise e investigação da Kaspersky Lab na América Latina. Ele recomenda atualização do sistema operacional o mais rápido possível para todos os usuários, já que a Apple já disponibilizou o reparo para quem foi atingido.

Deixe seu comentário