ABES promove iniciativa "Uma Empresa Ética"

0
36

No último dia 1 de abril, foi sancionada a Lei de Licitações nº 14.133/21, que evidencia a importância dos programas de integridade. O documento estabelece regras gerais para licitações e contratos das administrações públicas diretas, autárquicas e fundacionais da União, dos Estados e dos Municípios. Alinhada à nova lei de licitações, a ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software vem promovendo a iniciativa Uma Empresa Ética, no qual oferece gratuitamente aos associados os requisitos básicos para um adequado programa de integridade: curso sobre compliance e ética, modelo de política de compliance e canal de denúncias, além de certificado para quem cumprir todos os requisitos.

"Nos últimos anos, o Brasil tem vivido um movimento para combater a corrupção e estabelecer a ética e mais transparência nas relações que as empresas mantêm com seus colaboradores, clientes, fornecedores, órgãos públicos e demais organizações. Essa abordagem tornou-se fundamental para o sucesso de qualquer negócio, por isso incentivamos as corporações a serem comprometidas com a disseminação e o cumprimento de seus valores", explica Rodolfo Fücher, presidente da ABES.

Segundo Carolina Marzano, Compliance Officer e Coordenadora de Comitês da ABES, além de possibilitar o fechamento de contratos e amenizar eventuais penalidades, a cultura da ética e da integridade deve ser implementada em uma empresa por respeito às leis, à concorrência leal e a um ambiente de negócios idôneo. "Corporações comprometidas com a disseminação e o cumprimento de seus valores são cada vez mais reconhecidas pelo mercado e pelos consumidores", completa.

O apoio às associadas é fornecido pelo departamento jurídico e pela compliance officer da associação, que esclarece dúvidas e promove treinamentos periódicos. Todas as informações e os meios para adesão ao programa estão disponíveis no site, que passou por recente atualização de conteúdo e modernização do visual.

A iniciativa Uma Empresa Ética também está disponível para as startups que participam do programa ABES Startup Internship, que visa fortalecer o empreendedorismo no Brasil, oferecendo acesso aos serviços da ABES sem custo por 6 meses. Para mais informações, acesse aqui.

A ética é um ativo das empresas

Um programa de ética tem um valor tangível, pois ele melhora a reputação, a produtividade e, também, os resultados financeiros, sendo fundamental para empresas que realizam ou almejam contratos com a Administração Pública.

A ABES tem como propósito contribuir para a construção de um Brasil mais digital e menos desigual, no qual a tecnologia da informação desempenha um papel fundamental para a democratização do conhecimento e a criação de novas oportunidades para todos. Por isso, entende que o papel da entidade é o de assegurar um ambiente de negócios propício à inovação, ético, dinâmico e competitivo globalmente.

Deixe seu comentário