Google estuda sinalizar resultados de busca afetados pelo 'direito de ser esquecido'

0
46

O Google estuda incluir um alerta no final de cada página de resultados para avisar usuários europeus sobre links removidos com base no "direito de ser esquecido", segundo o jornal britânico The Guardian.

A exclusão de links considerados inadequado ou irrelevantes sobre determinado usuário foi determinada há quase um mês pelo Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE). Para tanto, os usuários devem informar quais páginas desejam retirar dos resultados de buscas por meio de um formulário online na homepage do Google, disponibilizado no final de maio. Os pedidos são analisados pelo próprio Google e, em casos controversos, por órgãos reguladores locais.

De acordo com o jornal britânico, o Google pretende alertar os usuários da busca sobre a razão para exclusão de determinado link, da mesma forma que a empresa já faz em casos que envolvem violação de direitos autorais.

Na segunda-feira passada, 2, o Google informou que recebeu 41mil solicitações de retirada de links na Europa. A maioria delas, segundo a empresa, foi enviada por pessoas condenadas na Justiça. A empresa recentemente anunciou a formação de comitê, por diversas pessoas influentes na internet, que avaliará o impacto da decisão na qualidade das buscas do Google em países europeus.

O Google só cumprirá a decisão nos países da União Europeia, o que significa que os links somente serão retirados nas versões locais do buscador.

Deixe seu comentário