Juniper prevê resultados desfavoráveis para Bitcoin

0
6

De acordo com o estudo, o Bitcoin não só caiu drasticamente em relação ao pico de dezembro de 2017, mas não conseguiu se recuperar apesar da fraqueza de várias moedas fiduciárias, continuando a incerteza sobre os resultados do Brexit e as disputas comerciais entre os EUA, China e a UE. O estudo alega que, se o Bitcoin não puder obter ganhos em circunstâncias tão favoráveis, é improvável que ele prospere quando esses problemas forem resolvidos.

O estudo, "O Futuro da Criptomoeda: Bitcoin & Altcoin Tendências e Desafios 2018-2023", destacou o fato de que os volumes diários de transações também caíram de uma média de 360.000 por dia no final de 2017 para apenas 230.000 em setembro de 2018. os valores caíram de mais de US$ 3,7 bilhões para menos de US $ 670 milhões no mesmo período.

Além disso, o estudo apontou que não apenas governos nacionais e estaduais impondo restrições adicionais (e conduzindo investigações criminais) em trocas de criptomoedas, mas que a visibilidade e alcance foram severamente restringidos por proibições de publicidade introduzidas pelas principais empresas de mídia social, incluindo o Google e Twitter. Ele também enfatizou a capacidade de investidores casuais para comprar Bitcoin foi significativamente reduzido pela decisão de muitas instituições financeiras para evitar compras via cartões de crédito.

Uma bolha esperando para explodir?

O estudo também lançou dúvidas sobre as perspectivas de longo prazo para o Bitcoin, devido tanto ao escrutínio regulatório mais próximo quanto, em última análise, a lógica por trás de sua avaliação. Segundo o autor do relatório, o Dr. Windsor Holden, "o Bitcoin não tem valor intrínseco. Como qualquer ativo, vale a pena o que quer que alguém esteja preparado para pagar, mas não tem sentido ou existência além dos limites do livro. É uma bolha, e há uma forte possibilidade de que essa bolha possa estourar no futuro próximo".

Deixe seu comentário