Startup lança plataforma gratuita para assinatura eletrônica

0
0

No ano passado os cartórios registraram a marca de 1.855% no aumento dos custos de serviços como registro de imóveis, por exemplo. A autenticação de documentos também sofreu impactos, tornando-se um dos serviços mais caros dos cartórios, o que motiva pequenas e médias empresas a buscarem por alternativas mais baratas, como a assinatura digital, por exemplo. Prova disso é que, no quesito de buscas do termo, houve um aumento de 1.600% entre 2017 e 2019.

O Brasil, contudo, ainda está há alguns passos atrás no que se refere a cultura da transformação digital. O hábito ou vício ao uso do papel ainda é um fator impeditivo no avanço do país nesta nova economia. Mas essa barreira tem sido quebrada pouco a pouco, graças a empresas que têm aperfeiçoado soluções que substituem práticas caras e manuais.

Pesquisas da Aragon Research revelam que assinatura digital é uma porta de entrada ao Digital Transaction Management, ou Gestão de Transações Digitais, seguida por automações e tecnologias como blockchain, Digital ID e Inteligência Artificial. Sendo assim, empresas só estarão prontas para serem 100% digitais quando essas tecnologias estiverem em prática.

Atualmente, empresas de assinatura digital cobram pelo serviço, criando uma resistência por parte de gestores, pois o valor cobrado acaba sendo parecido ou superior ao dos cartórios. Diante disso, a Contraktor, startup que automatiza a gestão de contratos, lançou a assinaturagratis.com, uma plataforma 100% gratuita, que tem o objetivo de democratizar o serviço de assinatura eletrônica no Brasil. 

Com a utilização gratuita da plataforma, espera-se que, só em 2020, pequenas e médias empresas tenham uma economia de R$2 milhões, ao deixar de usar papel, tinta, meios de transporte, cartórios, entre outros processos de tramitação que, juntos, custam em média R$40 por contrato. Além disso, dados como o de que gestores perdem cerca de um mês por ano procurando informações devido à desorganização de arquivos físicos, deixarão de existir, sem que o custo de migração para um meio digital seja impeditivo.

"É urgente uma mudança cultural pelo fim do papel e da burocracia ao lidar com contratos e documentos de negócios, e somente uma solução sem qualquer custo ou barreira será suficiente para quebrar o vício de usar papel para todo e qualquer documento", defende Bruno Doneda, Advogado e co-Fundador da Contraktor.

Como funciona a plataforma:

Qualquer pessoa que tenha um e-mail ativo poderá carregar um arquivo de contrato nos formatos de PDF, DOC ou DOCX e que tenham até 5 MB, enviar para assinatura de partes e testemunhas que também tenham um e-mail ativo.

Os documentos assinados passam a ter carimbos de assinatura, com data e hora de registro, assim como a hash de segurança – um código que pode ser comparado à autenticação de contratos em cartório.

Deixe seu comentário