Operadoras de telecomunicações investiram R$ 26,5 bilhões em 2013

0
0

As operadoras de serviços de telecomunicações bateram em 2013, pelo segundo ano consecutivo, recorde de investimentos, que somaram R$ 26,5 bilhões, aplicados especialmente na expansão de redes, ampliação de cobertura e melhoria da qualidade dos serviços, de acordo com a Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). Segundo a entidade, nos últimos 15 anos, operadoras privadas já investiram mais de R$ 300 bilhões, incluindo o pagamento de outorgas, o que em valores atualizados representa aproximadamente meio trilhão de reais.

Os investimentos feitos pelo setor de telecomunicações em 2013 dariam para construir 530 mil casas populares. Esse cenário mostra o esforço permanente das prestadoras de serviços de telecomunicações para obter resultados semelhantes aos obtidos pelas congêneres em outros países, mesmo vendo suas margens de rentabilidade ser reduzidas progressivamente, em especial pelo alto custo regulatório, elevada carga tributária e forte competição.

De janeiro a dezembro de 2013, o setor de telecomunicações teve uma receita operacional bruta de R$ 227 bilhões. Essa receita bruta inclui mais de R$ 60 bilhões em impostos e taxas, que são repassados aos governos. As despesas para operar e manter a imensa rede de telecomunicações consome mais de R$ 120 bilhões, em gastos com folha de pagamento, materiais, energia elétrica e serviços de manutenção e de aluguel de infraestrutura.

Todo o investimento permitiu ao longo dos anos um crescimento vertiginoso do número de usuários, que chegaram a um total de 357 milhões, considerando os serviços de telefonia fixa e móvel, banda larga e TV por assinatura (confira no quadro abaixo).

Telebrasil

Deixe seu comentário