51% dos brasileiros aceitam rastreamento na primeira semana de iOS14

0
67

A chegada do novo sistema operacional da Apple sacudiu o mundo da publicidade de aplicativos, por restringir fortemente o acesso ao rastreamento de informações das ações dos usuários dentro dos aplicativos. A AppsFlyer levantou os resultados da primeira semana de iOS14 (de 26 de abril a 2 de maio) e mostra que no Brasil a adoção da nova atualização é de apenas 7%.

Dentro desse cenário ainda inicial, 51% dos usuários de apps no Brasil deram opt-in – ou seja, aceitaram os rastreamentos quando perguntados durante sua navegação, número acima do esperado. É a taxa mais alta entre todos os países avaliados. Os EUA apresentou apenas 29% de opt-in, Reino Unido 33%, Japão 31% e França chegou mais perto do Brasil com 48%.Outros 10 países foram avaliados.

Já se pode afirmar que sim, o ecossistema dos apps, das adtechs e martechs vai sentir a diferença em gastos com publicidade. Na primeira semana de iOS14 já houve queda, mas de apenas 1,14% no Brasil, enquanto foi de 1,75% globalmente. A categoria de games apresentou maior impacto, com queda de 82,3% de gastos com publicidade no Brasil, enquanto globalmente foi de somente 3%.

Foram analisados 15 milhões de usuários que deram opt-in globalmente e 950 aplicativos.

Sobre as mudanças

"O que acontece no seu iPhone fica no seu iPhone", sob essa premissa, a Apple lançou um conjunto de novos recursos de privacidade para os usuários, prometendo transparência completa sobre o uso dos dados. Aplicativos deverão mostrar exatamente que tipo de dados estão coletando, enquanto consumidores poderão autorizar essa coleta assim como o rastreamento de seu IDFA (Identificador de publicidade).

Para os profissionais de marketing, é como se, de uma hora para outra, anunciantes não pudessem mais fazer uma ação de reengajamento, ou não soubessem mais as preferências do usuário, não conseguissem mais fazer um anúncio em função de um produto que o usuário viu.

Além disso, a perda de acesso aos dados reduz a receita vinda de anúncios, impactando os aplicativos que monetizam por meio da publicidade. Por fim, tecnologias de deeplinking serão bastante afetadas, uma vez que perde-se o rastreio persistente, sendo assim, usuários não terão a melhor experiência ao serem impactados por determinado anúncio.

Deixe seu comentário