Elastic nomeia Bruno Bergamaschi Head of Public Sector da Elastic para o Brasil

0

A Elastic nomeou Bruno Bergamaschi para Head of Public Sector da empresa para o Brasil. O executivo tem mais de 25 anos de experiência na indústria de tecnologia e amplo conhecimento do setor público na região brasileira e latino-americana.  

Anteriormente, Bergamaschi foi Head of Government para o Brasil na Liferay. Ele se concentrou principalmente no desenvolvimento de negócios ao longo de sua carreira, focado em expandir a presença de corporações globais de tecnologia na região da América Latina. Os cargos anteriores de Bergamaschi incluem Executivo de Contas na IBM e Diretor de Desenvolvimento de Negócios no Gartner.  

"É um momento emocionante para trabalhar no setor público e poder testemunhar a transformação fundamental que nossas agências governamentais estão experimentando. Ser um governo 100% digital é um objetivo ambicioso, mas empresas como a Elastic podem ajudar as instituições públicas a acelerar os resultados relevantes para alcançá-lo", afirma o executivo.

Bergamaschi está sediado em Brasília e liderará os negócios do setor público da Elastic, desenvolvendo o ecossistema de parceiros na região. Ele irá colaborar com líderes de TI do governo para ajudá-los a acelerar seus programas de transformação digital orientados por dados e manter o ritmo de seus objetivos de governo digital. Bergamaschi é pós-graduado em Engenharia de Software pela Universidade Católica do Brasil. Ele passou mais de uma década de sua carreira trabalhando no desenvolvimento tecnológico de organizações governamentais.  

"Na Elastic, ajudarei os líderes de TI a aproveitar o poder da busca em todo o setor público para ajudar funcionários e cidadãos a encontrar o que precisam mais rapidamente, manter os sistemas de missão crítica das instituições funcionando sem problemas e protegê-las   de  ataques cibernéticos. A Elastic disponibiliza  essas soluções essenciais em uma única plataforma que pode ser implementada em qualquer infraestrutura,  seja em uma nuvem, em várias nuvens ou no local, reduzindo a complexidade de TI e acelerando os resultados relevantes, dos dados aos melhores serviços públicos", disse Bergamaschi.  

A Elastic opera na América Latina desde 2017, e o Brasil é um dos mercados prioritários onde a empresa continua a ver demanda por suas soluções de busca, observabilidade e segurança. As soluções da Elastic são usadas por governos em todo o mundo para proteger dados públicos, monitorar o desempenho de serviços digitais e ajudar cidadãos e funcionários públicos a encontrar rapidamente o que precisam.  

Por exemplo, a Força Aérea dos EUA usa a Elastic para defender sistemas de missão crítica contra ataques cibernéticos. O Ministério da Agricultura francês usa a Elastic para monitorar a atividade de pesca. A Agência de Licenciamento de Motoristas e Veículos do Reino Unido (DVLA) gerencia bilhões de atividades de registro com a Elastic. 

No Brasil, instituições de justiça, saúde e administração pública utilizam a Plataforma de Busca da Elastic para impulsionar a busca de processos críticos e informações públicas para autoridades e cidadãos, além da observabilidade de sistemas críticos. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui