Prepare a sua área de TI para o mundo Cloud. Evite o Shadow IT

0
14

Incluir serviços de Cloud Computing no portfólio de serviços de TI é essencial para manter a TI reconhecida pelas áreas de negócio. Com a facilidade de implantação e o baixo custo dos serviços baseados em nuvem pública, tornou-se cômodo para as áreas de negócio adquirirem esses serviços com o auxílio de consultorias externas e sem o envolvimento direto da TI interna. A competitividade constante do mercado e a necessidade de diminuir cada vez mais o Time to Market estão levando a TI a ficar com a imagem de lenta aos olhos da operação.

Atualmente, áreas como marketing, eventos e desenvolvimento web possuem fácil acesso à contratação de serviços Cloud para, por exemplo, divulgação de um site web em poucas horas. Essa é uma prática crescente na qual a TI está deixando de ser abarcada em projetos de curto prazo de implantação. Quando a área percebe ou é finalmente envolvida no projeto, o site pode já estar no ar e o produto pode até já ter sido lançado. Nesse caso, a TI precisa buscar de forma reativa colocar os serviços nos padrões de controle da empresa, o que gera riscos ao negócio.

Apesar de parecer simples para as áreas de negócio realizarem a contratação de serviços baseados na nuvem sem a avaliação da área de TI, é preciso considerar que essa prática pode ignorar a segurança corporativa, além de impactar na perda de controle do custo real da TI. Maneiras de evitar essa prática sem prejudicar os prazos do negócio estão sendo discutidas em fóruns de governança de TI do mundo todo.

Um ponto importante no debate é a implantação de políticas de governança para a contratação de serviços Cloud. Duas das ferramentas disponíveis no mercado para colaborar nessa tarefa são os softwares da Cisco e da EMC que suportam a identificação da Shadow IT. Mas apenas implantar políticas não é suficiente: a TI precisa aproximar-se das áreas de negócio e para isso é importante carregar em seu portfólio a agilidade na entrega de seus serviços.

Os benefícios que a Cloud pode trazer para o ambiente de TI são inúmeros, mas é preciso saber como atuar. Preparar-se para uma nova tecnologia pode custar tempo e investimento financeiro para a capacitação de pessoas e será necessário conviver com a curva de aprendizado da equipe interna, que muitas vezes não está madura para a mudança de cenário. É um erro pensar que essa adequação é apenas tecnológica. Também é indispensável repensar os processos e os controles. A TI não precisa atuar sozinha e pode contar com um fornecedor especializado em Cloud como parceiro nessa jornada, agilizando a inclusão de serviços Cloud em seu portfólio sem que isso represente grandes investimentos.

Um fornecedor especializado em Cloud, além de trazer agilidade para inclusão dessa tecnologia em seu portfólio, pode auxiliá-lo na escolha dos melhores modelos de serviços baseados em cada tecnologia: Cloud privada, pública ou híbrida. Outro benefício dessa parceria é a realização da gestão total do seu ambiente, diminuindo custos de suporte e acelerando o sentimento em relação às vantagens das tecnologias aplicadas ao negócio. Um ponto muito positivo proporcionado por essa parceria especializada é o valor agregado ao seu time de desenho, atuando como um braço no desenvolvimento de soluções em conjunto com as áreas de negócio.

A utilização de fornecedor especializado como um parceiro é o caminho mais rápido e prático para que a sua TI esteja pronta para a prestação de serviços em Cloud com qualidade.

Stefany Miranda,é gerente de melhoria contínua na Sonda IT.

Deixe seu comentário