Internet das Coisas e pagamentos móveis devem ser os próximos alvos dos hackers

0
0

Os meios pagamentos móveis e a Internet das Coisas (IoT) deverão ser os próximos alvos dos criminosos virtuais em 2016. É o que indica um estudo recente da Raytheon | Websense sobre possíveis ameaças cibernéticas no ano que vem.

Os hackers devem focar os ataques em três áreas: infraestruturas, como ataques às máquinas PoS; novos métodos de pagamento, como smart carts – carrinhos de compra inteligentes – e beacons; e ataques às carteiras virtuais dos usuários, por meio de malware e ransomware mobile

Em IoT, a análise da Raytheon | Websense aponta vulnerabilidades para indústrias como saúde e manufatura, que terão diversos dispositivos conectados e sistemas de rede ligados aos seus negócios diariamente. Na visão da empresa de cibersegurança, as organizações devem racionalizar políticas entre aparelhos para garantir sua segurança, fazer a contabilidade de todos os dispositivos e apps ligados às suas redes, além de instituir programas de segurança cibernética e uso de políticas para diminuir riscos como roubo de dados.

Deixe seu comentário