Bossanova vai investir R$ 5 milhões em martechs

0
14

Bossanova Investimentos, micro venture capital que investe em startups em estágio de pré-seed em todo o país, acaba de lançar um comitê para investir até R$5 milhões em soluções inovadoras para setor de marketing. Em parceria com a Ampfy, uma das principais agências do mercado publicitário brasileiro, e a Mene & Portella Publicidade, 4ª maior agência do norte-nordeste, o projeto Martech tem como objetivo aportar em até 15 startups escaláveis e que resolvam problemas do segmento. 
 
O comitê será liderado por um time de especialistas e profissionais da área como: André Chuer, Presidente da Ampfy; Gabriel Borges, Co-founder da Ampfy; Fred Siqueira, CCO da Ampfy; Sidnei Egami, CFO da Ampfy; Douglas Bocalao, COO da AmpfyNílio Braga, CEO na Mene & Portella Publicidade; e Túlio Mêne, CEO na Mene & Portella Publicidade. 
 
Segundo dados da Distrito, o Brasil conta hoje com 727 martechs que utilizam a tecnologia para inovar o mundo do marketing e impactar o ecossistema. Essas startups movimentaram apenas no último ano, por meio de 30 rodadas de investimentos, o total de US$ 199,8 milhões. 
 
Para João Kepler, CEO da Bossanova, esses dados mostram o quão promissor está o cenário para as startups e esse é o momento certo para oferecer as ferramentas necessárias para que as martechs possam conquistar novas oportunidades de negócios. 
 
"Com esse novo comitê, nós vamos unir o melhor dos dois mundos: a experiência em investimentos da Bossanova e a vivência em comunicação e marketing que a Ampfy e a Mene & Portella Publicidade possuem em sua história. Com a junção de todas as experiências, será possível encontrar as melhores e mais disruptivas soluções que vão impactar, não apenas o ecossistema, mas o mercado como um todo", explica Kepler. 
 
Para participar do comitê, as startups precisam modelo de negócios B2B ou B2B2C; solucionar os diversos desafios do setor de propaganda e marketing; ter recebido aportes entre R$ 100 mil e R$ 300 mil; ter fundadores 100% dedicados na operação; ter mais de um ano desde a fundação; já ter produto ou serviço validado; faturamento mínimo de R$ 20mil; estar no breakeven, ou próximo de atingir; ter sido acelerada ou ter recebido investimento anterior 
 
As empresas interessadas em participar do Comitê Martech podem se inscrever pelo site.

Deixe seu comentário