Publicidade
Início Notícias Comunicações Telecom contraria queda do PIB e investe mais de R$ 30 bilhões

Telecom contraria queda do PIB e investe mais de R$ 30 bilhões

0
Publicidade

Os investimentos das prestadoras em telecomunicações somaram R$ 31,1 bilhões em 2020, segundo balanço da Conexis Brasil Digital, a nova marca do SindiTelebrasil. Mesmo com os efeitos negativos da pandemia na economia, que levaram a uma queda no investimento de vários setores e a uma redução de 4,1% no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2020, o setor manteve os investimentos acima de R$ 30 bilhões.

Considerando a média dos investimentos dos últimos cinco anos, em dados nominais (R$ 30,5 bilhões), o valor investido em 2020 cresceu mais de 2%. Em valores corrigidos pela inflação, o investimento em 2020 foi de R$ 32 bilhões, o que se aproxima da média de 2015 a 2019, que foi de R$ 35 bilhões.

Também houve evolução significativa na comparação com o trimestre imediatamente anterior. Nos últimos três meses do ano de 2020 o investimento do setor cresceu 38,2% em relação ao terceiro trimestre, em valores nominais, e 1,7% em relação ao quarto trimestre de 2019.

Desde a privatização, o setor já aplicou mais de R$ 1 trilhão em valores atualizados e incluindo o pagamento de outorgas. Só em investimentos, o valor já se aproxima de R$ 900 bilhões.

Emprego

Em 2020, a mão de obra do setor teve um aumento de 4,4%. Com isso, o número de empregos diretos no setor passou de 483 mil para 504 mil.

O aumento dos postos de trabalho no setor de telecomunicações ocorreu em um ano em que, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), houve uma redução de 7,3 milhões na população ocupada, o que levou o País ao menor número da série anual.

Com isso, o país saiu da maior população ocupada da série histórica do IBGE – 93,4 milhões de pessoas em 2019 – para 86,1 milhões em 2020.

Conectividade

O número de acessos a serviços de telecomunicações passou de 308,8 milhões para 315,7 milhões. A banda larga fixa cresceu 10% em 2020, com a conexão de 3,4 milhões de novos acessos enquanto a internet móvel cresceu 5,3% com a ativação de 10,5 milhões de novos acessos. A telefonia móvel também cresceu no ano passado, com 7,4 milhões de novos acessos, alcançando 234,1 milhões de celulares em todo o país.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile