Google confirma compra da Waze, mas não revela valor

0
0

Confirmando os rumores que circularam na última segunda-feira, o Google anunciou nesta terça-feira, 11, por meio de seu blog oficial, a compra do aplicativo de trânsito Waze. Embora o gigante de buscas não revele o valor da transação, especulações dão conta que ela tenha ficado mesmo acima de US$ 1 bilhão.

A Waze continuará a operar de forma independente em sua sede, em Israel, enquanto atualizações de características de trânsito serão implantadas no aplicativo de mapas do gigante das buscas, Google Maps. A Waze também terá acesso a recursos de pesquisa do Google. "Para ajudá-lo a ser mais esperto que o tráfego, hoje estamos felizes em anunciar que já fechamos a aquisição da Waze", declarou o vice-presidente da área Geo do Google, Brian McClendon, no comunicado.

A compra encerra as especulações de que outras empresas ainda estariam na briga pela oferta à Waze. A companhia que chegou mais perto de um acordo foi o Facebook, mas rumores revelaram que o fim das negociações se deu após as empresas não terem concordado sobre a transferência da equipe da Waze de Israel para os Estados Unidos. A aquisição da Waze, contudo, seria um grande negócio para a rede social, que ainda falha na oferta de um serviço de mapas e tenta alavancar sua oferta móvel para alcançar concorrentes.

Deixe seu comentário