Google Cloud anuncia nova região de nuvem para a América Latina

0
0

O Google Cloud continua ampliando sua atuação na América Latina e anuncia a chegada de uma nova região de nuvem que ficará situada na capital Santiago do Chile. A instalação é a segunda da empresa na América Latina, após a de São Paulo em 2017. A novidade permitirá o fortalecimento da presença do Google Cloud como aliado na transformação digital das empresas chilenas e de toda a América Latina.

"Estamos vendo empresas no Chile, de todos os portes, acelerarem a adoção da tecnologia em nuvem para transformar seus negócios e trazer novos produtos e serviços ao mercado local. Essa capacidade de adaptação e adoção de soluções inovadoras é o que nos inspira a continuar pensando em como trabalhar com mais eficiência nesse mercado", afirma Eduardo López, presidente do Google Cloud para a América Latina.

Este projeto oferecerá serviços de armazenamento e processamento de dados no Google Cloud, adicionando novos recursos à infraestrutura que o Google já possui no país. Com essa nova região, os clientes do Google Cloud irão se beneficiar dos serviços de baixa latência e alto desempenho do Google Cloud Platform (GCP), permitindo que empresas de todo o mundo estejam mais aptas a alcançar os usuários chilenos.

As companhias locais terão acesso aos principais serviços e novas tecnologias de machine learning, inteligência artificial e Big Data por meio do pacote GCP, como Compute Engine, Google Kubernetes, Cloud Storage e BigQuery. A instalação da nova região também permitirá atender às necessidades regulatórias e de conformidades específicas de algumas empresas e setores.

Segundo o gerente de tecnologia e operações do Banco do Chile, Esteban Kemps de la Hoz, o anúncio "abre novas possibilidades e oferece diversos novos recursos para continuar acelerando e consolidando a transformação digital, que é nosso principal objetivo e assumiu uma nova dimensão no contexto atual da pandemia, o que exigiu o desenvolvimento de novas soluções digitais robustas, seguras e que funcionem de forma remota".

Atendendo a velocidade da transformação na América Latina

A inauguração da região em Santiago vai além do atual contexto gerado pela pandemia, permitindo atender à necessidade da aceleração da transformação digital de empresas de diversos setores na região, algo que ficou evidente com as recentes circunstâncias que exigiram adaptações por conta da COVID-19.

Um dos maiores provedores de assistência médica no Chile, o RedSalud, é um exemplo de como as tecnologias em nuvem estão desempenhando um papel fundamental para a adaptação e a continuidade das operações neste momento. Segundo Daniel de la Maza, gerente corporativo de sistemas e tecnologia da RedSalud, "no mundo em que vivemos, no qual todas as informações possíveis são necessárias para tomar decisões inteligentes, tão fundamentais quanto a saúde de nossos pacientes, o anúncio do Google Cloud no Chile é muito valioso. Dessa forma, estaremos ainda mais próximos dos recursos que o Google oferece, o que permitirá acessar tecnologias de forma mais completa e rápida. Isso nos ajudará a fortalecer nosso principal objetivo que é oferecer saúde de qualidade e acessível aos nossos usuários".

Ao todo, o Google Cloud possui 23 regiões e 70 zonas de disponibilidade espalhadas pelo mundo. Uma vez operacional, a nova região de Santiago fará parte dessa rede global de infraestrutura segura e confiável, com a qual as maiores organizações do mundo estão modernizando sua infraestrutura, gerenciando seus dados e obtendo novos conhecimentos por meio de análises de machine learning.

Deixe seu comentário