Evento discute tecnologias para investigação criminal em contexto de múltiplas mídias

0
0

Tecnologias que permitem que uma investigação criminal em ambientes eletrônicos seja orientada ao alvo, integrando o monitoramento de voz e dados em múltiplas ferramentas, como redes sociais,tablets e smartphones,. Este é um dos temas a ser abordado no ISS World Latin America, que acontece em Brasília, de 23 a 25 de julho. O evento reúne especialistas mundiais em investigações e aplicação da Lei.

Os avanços tecnológicos que estão permitindo unir todas essas vertentes de informações sobre indivíduos que são alvo de investigação será tratado por Djan de Almeida do Rosário, assessor de negócios especiais da Dígitro e especialista em tecnologia de investigações em ambientes eletrônicos.

Na palestra "O alvo como centro da investigação criminal no contexto de múltiplas mídias de comunicação, num processo de análise indutiva", Rosário abordará os desafios do investigador no cenário atual, caracterizado pela multiplicidade das mídias. 

"Se no passado era suficiente monitorar ligações de telefone fixo para se obter uma prova criminal, hoje há uma enorme fragmentação de mídias, já que os criminosos se valem também de smartphones, sistemas privativos e públicos de voz sobre IP e perfis fraudulentos no Facebook, no Twitter e em outras comunidades", diz o assessor.

A programação de palestras do ISS World Latin America engloba aspectos técnicos e legais dos monitoramentos de ligações telefônicas, como forma de obtenção de provas no combate ao crime e o emprego das redes sociais em investigações e operações de contraespionagem.

Os participantes deverão discutir os truques empregados pelo crime organizado e pelo terrorismo para explorar o anonimato nas redes sociais, além de novas técnicas que permitem a busca por imagem e reconhecimento facial em redes como o Facebook, entre outros temas.

Deixe seu comentário