Prefeitura de São Paulo lança edital para rede Wi-Fi pública

0
19

A Prodam, empresa de tecnologia da informação do município de São Paulo, publicou nesta quarta-feira, 11, o edital do pregão eletrônico que será realizado dia 27 próximo, às 10h, para a contratação das empresas que construirão e operarão a rede de Wi-Fi em locais públicos da capital paulista. Tecnicamente, o leilão é para contratar empresas que "prestarão serviços de provimento de acesso à internet via rede sem fio, incluindo instalação, manutenção, suporte, mão de obra, cabeamento, link e demais equipamentos necessários". O projeto prevê a cobertura de 24 praças no lote 1; 36 no lote 2; 24 no lote 3; e 36 no lote 4, num total de 120 praças e locais de acesso público, sendo que cada operadora pode adquirir no máximo dois lotes. As praças têm uma estimativa de usuários que deve ser atendida no padrão mínimo de 512 Kbps reais e simétricos (download e upload), por usuário, e um determinado nível de disponibilidade, em função da área coberta.

As empresas precisam assegurar à prefeitura uma opção espelhada do centro de operações, com acesso pleno à atividade da rede, e não podem realizar "traffic shaping", qualquer tipo de bloqueio de tráfego, guarda de logs de navegação ou outros mecanismos que violem a neutralidade da rede, a privacidade dos usuários ou a liberdade de uso da internet", exceto quando houver risco à segurança e integridade da rede. Em contrapartida, podem usar a infraestrutura pública para instalação da rede e dos equipamentos. No caso dos postes, a negociação é com a empresa de energia.

Deixe seu comentário