Vivo implanta selo no Brasil que mede o impacto ambiental de telefones celulares 

0
0

A Vivo anunciou nesta terça-feira, 11, a implantação do selo de impacto ambiental para celulares, similar aos já popularizados por eletrodomésticos como refrigeradores e máquinas de lavar. As fabricantes Alcatel, LG, Samsung e Sony são as primeiras a aderir à classificação. Os aparelhos, modelos Sony Xperia XA, Sony Xperia XA Ultra, Alcatel POP4 5", LG K10 e LG K4 e Samsung  Galaxy J5, Galaxy J1Mini 4G Duos, Galaxy  J2 4G Duos, Galaxy J1 2016 e  novo Galaxy A5, passarão a ser comercializados com o selo a partir de outubro pelo site da operadora, além de lojas próprias e revendas. Já o modelo Alcatel PIXI4 3.5" traz o selo com exclusividade para o mercado corporativo.

Com metodologia desenvolvida em conjunto com a ONG Fórum para o Futuro, do Reino Unido, a classificação é gerada a partir de respostas a mais de cem critérios de avaliação sociais e ambientais. Os primeiros aparelhos avaliados apresentam notas entre 2.5 e 3.7, em uma escala de 0 a 5, sendo a maior pontuação para o celular mais sustentável.  A exemplo da O2, empresa do grupo Telefónica que adota esta prática desde 2010, a meta da Vivo é ter 100% dos novos aparelhos com a certificação.

"Com a adoção do selo Eco Rating, queremos tornar o processo de tomada de decisão mais transparente para o cliente no momento da compra, monitorar os impactos ambientais em nossa cadeia de fornecimento e também incentivar nossos parceiros a buscarem o aumento gradual de seus ratings", revela a diretora de Sustentabilidade da Vivo, Joanes Ribas. Segundo a executiva, o plano é ampliar as práticas sustentáveis em todos os pontos de contato com o cliente.

A operadora, que aumenta gradativamente o número de lojas físicas com critérios ambientais, oferece também aos consumidores a opção pela conta digital e pela venda sustentável, ao dispensar o uso de papel e substituir contratos e faturas impressas por versões exclusivamente online.

A destinação dos equipamentos ao final de sua vida útil é outra preocupação. A empresa mantém mais de 2,4 mil pontos do programa Reciclar Pega Bem em todo o país. Por meio da iniciativa, a Vivo realiza a coleta de aparelhos e garante logística reversa dos equipamentos eletrônicos. Segundo a operadora, o programa garantiu, em 2015, a captação de 131 mil itens, entre aparelhos e acessórios, destinados à reciclagem.

Metodologia

A pontuação geral que compõe a nota do selo Eco Rating é definida seguindo critérios como a análise do ciclo de vida do produto, que considera, entre outros fatores, os indicadores de aquecimento global e esgotamento de matéria-prima. Os equipamentos também são avaliados pelo design, com a produção dos componentes e as substâncias presentes no dispositivo e a eficiência da sua embalagem e transporte. Outro critério considerado é a funcionalidade, que leva em conta informações como a economia de energia, carregador inteligente, quantidade de energia para fazer a chamada, tempo de carregamento do celular, além da quantidade de materiais reciclados ou recuperados.

A análise também considera a pontuação corporativa, que é a avaliação dos próprios fabricantes quanto às suas políticas corporativas e cuidados ambientais. "Estamos satisfeitos em saber que a Vivo está lançando o Eco Rating no Brasil. Este é um passo muito importante para o projeto e um sinal bastante encorajador de que a sustentabilidade dos produtos de  telefonia móvel é do interesse de um número cada vez maior de pessoas ", revela Jonathon Porritt, diretor fundador do Fórum para o Futuro.

Deixe seu comentário