"A jornada da transformação digital" é tema de livro

0
243

Uma das perguntas que os autores mais ouvem de CEOs de diversos setores é: "Minha empresa tem várias iniciativas digitais como BI, ERP, canais digitais… por que precisamos de uma transformação digital?". Nos 11 capítulos distribuídos por 500 páginas, Lobão e Zilli respondem a esses questionamentos utilizando conceitos modernos, cases nacionais e internacionais sobre o assunto, abrangente pesquisa de entidades reconhecidas mundialmente, resultados de missões e visitas internacionais, além do conhecimento adquirido em centenas de projetos com os quais estiveram envolvidos como executivos, consultores e conselheiros. Vale mencionar que originalmente o livro tinha 10 capítulos e já estava pronto para impressão, mas a aceleração do processo de transformação digital no mundo com a chegada da pandemia mereceu um capítulo extra citando esse momento. A obra completa já está disponível na versão digital em www.amazon.com por R$ 65,00.

O propósito de Lobão e Zilli com "A jornada da transformação digital" é compartilhar conhecimento de forma prática e estruturada. Para eles, divulgar informações e percepções com abertura, transparência e colaboração estimula a transformação que está moldando os negócios do futuro no qual acreditam. A revolução digital não é iminente, já está acontecendo, é algo para o qual as empresas precisam dar o máximo de atenção agora se quiserem continuar vivas. A disrupção digital tem o potencial de remodelar os mercados mais rapidamente do que qualquer força na história; a nova realidade, caracterizada pela incerteza e volatilidade, obriga as empresas a serem ágeis, darem respostas e inovarem mais rapidamente do que em qualquer outra época. É esse contexto que faz com que as empresas, para se manterem competitivas, busquem na tecnologia e no novo mindset digital (ágil e adaptável) soluções para o dia a dia dos seus clientes: experiências significativas, uso da omnicanalidade, criação de plataformas, personalização, automação e inteligência de dados.

Com projeto gráfico inovador criado por Thiago Colares, cases nacionais, riqueza de dados e linguagem simples, o livro proporciona contrapontos entre teoria e prática, principalmente no Capítulo 9 (Projeto e Execução) que oferece a gestores orientações para a construção de um plano de voo seguro para empreender a transformação digital. Todos os leitores conseguirão ter uma visão sistêmica e compreender que essa jornada não é sinônimo de investimento em tecnologia e ponto. Conhecer e dominar as diversas tecnologias para interpretar dados coletados nas relações com clientes, fornecedores, colaboradores, parceiros, concorrentes, mercado é fundamental para a tomada de decisões das companhias mais inovadoras, mas a metamorfose digital vai além. É um processo contínuo de mudança que necessita de investimentos em habilidades, projetos, infraestrutura, e nas pessoas que vão selecionar – e operar – a tecnologia. Sim, as pessoas são o recurso primário que levarão o negócio a um novo patamar. "É preciso se concentrar em aproveitar e modelar oportunidades estratégicas, não em executar planos, pois em ambientes voláteis, eles podem ficar rapidamente desatualizados", pontua Zilli.

As empresas de hoje foram projetadas para a estabilidade, mas as da próxima década devem entender e acomodar a mudança e a incerteza como parte de suas rotinas diárias. A maior falha que os autores ainda veem está no lado cultural da transformação: empresas com mindset antigo que utilizam tecnologias digitais acabam obtendo resultados decepcionantes. Por essa razão é tão importante a mudança de mentalidade, apoio e comprometimento da alta administração na transformação de qualquer empresa.  "O livro visa dar suporte às difíceis decisões que serão tomadas em tempos igualmente difíceis, mas que impulsionarão muitos avanços em nossa sociedade e transformarão empresas em organizações exponenciais, aquelas que crescem de forma acelerada – de 10 a 100 vezes em um curto espaço de tempo", explica Lobão, que também revela dois "segredos" de grande valor incluídos na obra: mapa e bússola da transformação para guiar líderes e gestores nessa incrível jornada. Estamos viajando por um território desconhecido, onde os velhos mapas e bússolas são inadequados e possivelmente perigosos. O caminho está claro: é hora de agir!

Deixe seu comentário