Havaianas lança primeira loja Lab

0
15

A loja da Havaianas no Shopping Iguatemi Faria Lima acaba de ser reinaugurada com um conceito inédito para a marca: o Shopper Mission Lab. Primeira unidade no Brasil, a Havaianas Lab é uma loja super conectada, que tem como foco melhorar a experiência do usuário em todos os pontos de contato durante sua jornada de compra. A ideia é que o estabelecimento seja uma espécie de laboratório para testar tecnologias e novidades. Além desta, outra Havaianas Lab será inaugurada no início do ano que vem em Carnaby Street, Londres (UK).

Sem perder o calor de Havaianas, a loja contará com telas interativas, provadores inteligentes, check-out móvel, lockers para retirada de compras online e vitrine infinita para compra de produtos disponíveis online. E tem mais! A Havaianas Lab irá promover coleções e ocasiões de uso para o usuário por meio da exposição dos produtos em moodlists. Oferecendo uma curadoria especial de produtos expostos fisicamente, a loja contará com o portfólio da marca oferecido digitalmente, pensando também em atrair novos fãs de Havaianas.

A ideia é criar uma nova experiência de consumo para a marca que "Todo Mundo Usa". "Queremos ampliar a nossa conexão com o público jovem, e vamos nos comunicar com eles da forma com que esse público está acostumado a interagir. Dessa maneira, a loja passa a ser organizada em moodlists, com seções por ocasiões de uso. A ideia é que, ao circular, o cliente descubra, além de novos produtos, inspiração de como usar nossas peças. É uma navegação com foco na descoberta", explica a diretora de marketing e inovação Global da Alpargatas, Fernanda Romano.

A nova loja também vai permitir que seja exposta uma coleção muito completa e vasta das legítimas, que nem sempre é possível no modelo tradicional de PDV. "Agora, o cliente vai ter acesso a modelos-chave na loja e ao restante em vitrines infinitas, graças às tecnologias implantadas. Vamos ter a oportunidade de mostrar melhor que Havaianas não é só praia e piscina. Nossa linha mais urbana vai ganhar novos espaços e itens colecionáveis, como as linhas de licenciados, também. Vamos explorar as diferentes ocasiões de uso que o lifestyle de Havaianas proporciona" finaliza Fefa.

Um dos principais parceiros da nova proposta de loja Havaianas, a Two Design, foi responsável por criar o conceito de moodlists em o projeto de arquitetura inovador e inteiramente flexível. "Com a mesma lógica de consumo do Spotify, a loja não se divide em masculino, feminino, etc, mas sim em "lists" de moods, como, por exemplo: Brasilidades, Pé na Areia, Sinta o Verão, e por aí vai. Algo totalmente inédito que muda a dinâmica de exposição e se encaixa a dinâmica de consumo atual" diz Erick Machado, sócio e diretor criativo do escritório.

Outro parceiro do projeto foi a Work & Co, agência internacional focada em produtos digitais e que desenvolveu junto com a marca os conteúdos dinâmicos e interativos da loja. "Nos últimos 25 anos a Havaianas construiu uma das histórias de marca mais importantes do mundo. Inclusive sendo pioneira na criação de concept stores. Num mundo em constante mudança, precisamos evoluir no mesmo ritmo do público. A Havaianas Lab é um espaço físico equipado com experimentos, com o objetivo único de aprender e melhorar a experiência de descoberta, compra, e do relacionamento com o seu público", destaca Diego Zambrano, um dos sócios da Work & Co. e líder da conta de Havaianas.

Além destes, a marca conta com outros parceiros-chave que ajudaram a Havaianas a viabilizar o projeto, garantindo agilidade nos testes de novas tecnologias e mensurando a experiência do consumidor. Entre eles estão as startups VTT e ICX Labs e o Grupo Gouveia de Souza, com a solução Facemedia.

Para responder muito mais rápido às expectativas e necessidades dos seus usuários, essa loja faz parte de um projeto maior do grupo Alpargatas que abre quatro Shopper Mission Labs até o fim do ano em São Paulo, Rio de Janeiro e Londres, no ano que vem. A companhia desenhou um novo modelo de lojas para as marcas Havaianas, Osklen e Mizuno para oferecer mais experiências e serviços inovadores. Os novos pontos de vendas são superconectados com novas tecnologias e permitem que a empresa possa escalar inovações de forma acelerada e eficiente.

Deixe seu comentário