Nestlé lança "Mercado até você" em parceria com a Packk

1
49

Ajudar os pequenos comerciantes de todo o país a montarem um e-commerce sem custo de entrada e mensalidade. Com esse objetivo a Nestlé desenvolveu em parceria com a startup Packk – https://www.packk.com.br – o Mercado até Você – https://www.mercadoatevc.com.br. A plataforma já está no ar e busca ser um passo de evolução a estes comerciantes para manterem e crescerem seus negócios mesmo sob os efeitos da pandemia do novo Coronavírus.

"Estamos muito felizes em termos com apenas 6 meses de operação a Nestlé como nossos parceiros. O Mercado Até Você exemplifica bem como podemos ajudar também outros players da indústria e do varejo a ingressarem no e-commerce com toda a infraestrutura e suporte necessários e em tempo recorde, apenas 7 dias", comenta o CEO da Packk e do Grupo Zaitt, Rodrigo Miranda (foto).

A Packk também oferece, a gestão da logística de entregas e o atendimento aos usuários através de chats em tempo real, tickets e e-mail. Além disso, a solução dá acesso à informações relevantes sobre o consumidor, mais do que um simples número de telefone e adequadas todas a LGPD. Tudo isso, sem contar o gerenciamento de quaisquer campanhas de marketing a qualquer momento na palm da mão pelo app da startup que dá acesso à solução.

Além da Nestlé, a multinacional do setor alimentício Sapore e a rede de hotéis Intercity também já são parceiras da Packk. Tais iniciativas reforçam o momento de transformação digital pelo qual diversos setores da economia estão passando, o qual é cada vez mais clara a necessidade de se conhecer o consumidor, tendo em vista seu poder crescente de escolha.

Miranda destaca que as experiências empreendedoras com Zaitt e Shipp foram as quais deram condições de criar a Packk, uma plataforma robusta a um custo muito mais competitivo do que os atuais e trazendo consigo a responsabilidade integral da operação. Segundo ele, "Para a indústria ou o varejista basta dizer "sim" e nós preparamos o restante".

A criação da Packk vem ao encontro de uma tendência unida à necessidade de o mercado como um todo abrir as portas para o online sem perder o controle de suas operações. "Nossa ideia é realmente dar oportunidade de setores antes engessados ou presos a estruturas pré-estabelecidas de se libertarem e terem condições de criarem seus próprios elos de contato direto com o cliente. Estamos dando mais um passo em direção a democratizar a inovação e a nossa expectativa é a melhor possível no impacto que iremos gerar", finaliza Rodrigo.

 

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário