Microsoft planeja intensificar aquisições para ganhar participação no mercado de apps móveis

0
20

A Microsoft definiu uma nova estratégia para se tornar, de fato, uma fornecedora de ponta de aplicativos para dispositivos móveis. Em vez de investir milhões de dólares para desenvolvê-los, a empresa vai usar o dinheiro para adquiri-los. O plano, orquestrado pelo CEO da fabricante de software, Satya Nadella, é comprar aplicativos móveis de produtividade que operam nos sistemas operacionais iOS, da Apple, e Android, do Google, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto disseram à Bloomberg News.

Um indicativo disso é a compra de dois aplicativos realizada ao longo dos últimos três meses — a da Sunrise Atelier, concluída na quarta-feira 11, fabricante do Sunrise Calendar, um dos melhores apps de calendário para iOS; e a aquisição da Acompli, ocorrida em dezembro o ano passado, startup que oferece um aplicativo de e-mail gratuito para dispositivos móveis equipados com Android ou iOS. O app ajuda as pessoas a localizar os e-mails mais importantes na caixa de entrada rapidamente.

Agora, a Microsoft está tentando complementar esses aplicativos com recursos para anotações e gerenciamento de projeto, disseram as pessoas ouvidas pela agência de notícias.

O plano de aquisições marca uma reformulação do negócio de aplicativos da Microsoft, que anteriormente estava concentrado em apps que operavam exclusivamente com seu sistema operacional Windows. Agora, Nadella tem a nova estratégia com prioridade para reforçar o portfólio de software da empresa para que operem com todos os dispositivos móveis.

Além de olhar para os aplicativos mais populares em produtos concorrentes, a Microsoft visualiza alvos que possam também reforçar suas ofertas para o Windows, disseram as mesmas fontes. Na verdade, ela está olhando especialmente para aplicativos de produtividade. A empresa se espelha no seu pacote de aplicativos para escritório Office, que domina a categoria produtividade em computadores pessoais, e pretende juntar muitos dos aplicativos individuais para colaboração, compartilhamento de arquivos e e-mail, bem como planilhas, em um pacote para dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Deixe seu comentário