Com uso de tecnologia, CREDZ cria base para expansão nacional

0
44

Criada em 2011, a CREDZ iniciou suas operações um ano depois, com o objetivo de ser referência no mercado de cartões e apoiar pequenos e médios varejistas no desenvolvimento do seu próprio negócio, como proximidade das equipes de atendimento e ferramentas para aumentar vendas e fidelizar os clientes.

Para isso, estruturou a CARDZ, empresa de tecnologia que a apoia no desenvolvimento de sistemas, gestão de risco, processamento, marketing e atendimento.  Em 2018, fechou uma parceria de negócios com a Visa, que propiciou um salto nas operações e aceitação do cartão em qualquer estabelecimento filiado à bandeira. A CREDZ hoje contabiliza mais de 1,5 milhão de cartões de crédito emitidos já com padrão NFC, através de 270 parceiros com somam um total de 3200 lojas, a maioria com sede em São Paulo.

Cléber Ferraz, diretor geral da CARDZ Meios de Pagamento e Serviços, conta que o sucesso da organização se deve ao conhecimento e proximidade dos fundadores da CREDZ com o mercado varejista, uma equipe de força de vendas que atende pessoalmente os clientes e no apoio que recebem para desenvolver seus negócios.

"Esse pequeno varejista está focando em cuidar das tarefas do dia a dia, são pouco afeitos à tecnologia. Por isso, nossa equipe profissional faz inclusive a integração dos terminais frente de caixa e administração de vendas; nossa área de customer experience cria campanhas personalizadas, gameficação com programas de pontos para consumidores que podem trocar produtos na loja, igual ao que oferecem as grandes empresas de fidelização do mercado", explica, acrescentando que está usando inteligência artificial para ter mais e melhor assertividade nas vendas de cartões e seguros.

Além do cartão, a CREDZ também criou um APP, o Clube de Compraz CREDZ, para que os consumidores dos varejistas possam se beneficiar de promoções, campanhas de descontos, inclusive como promoções de outros segmentos, como Cinemark, Burguer King, etc.

Na hora da primeira compra, o cliente já pode ter o limite de crédito, antes mesmo do cartão chegar na sua residência. Enquanto isso não ocorre, ele pode continuar a comprar pelo aplicativo, pois dessa forma os varejistas não perdem vendas nesse período.

Segundo Ferraz, através de uma plataforma na nuvem Tivit – AWS ajuda a expansão dos clientes e faz atendimento por 21 canais diferentes buscando a geração de eficiência e rentabilidade. A CARDZ faz o processamento das transações, administra as vendas pelos diferentes canais, desenvolve os sistemas (in house) de propostas, gerenciamento de contratos, cadeia de relacionamento com varejistas, gerenciamento de fornecedores externos, administra a infraestrutura, entre outras atividades de TI.

O grupo tem cerca 320 pessoas, sendo 150 trabalhando direto na CARDZ. Também atua na venda de seguros em parceria com a Tokio Marine e em processamento de cartões com a Fidelity.

Também criaram a Universidade CREDZ, que oferece treinamento local e via e-learning, pois existe muita rotatividade de mão de obra no varejo, que precisa ser constantemente treinada. Um recurso utilizado são pequenos vídeos postados no YouTube para que os funcionários dos lojistas acessem a qualquer hora os conteúdos.

Ferraz disse que a CREDz está iniciando uma expansão geográfica para atender outros estados, pois os clientes estão centrados em São Paulo, apesar de alguns possuírem lojas espalhadas em diversas localidades. Já atendemos uma rede de varejo com sede em Bagé, no Rio Grande do Sul. "Existem muitos prospetes com esse perfil em outros estados que pretendemos conquistar", enfatiza.

Deixe seu comentário