Brasil fica em 5º lugar na captação de recursos de fintechs, aponta Accenture

0
0

Os investimentos nas fintechs aumentaram significativamente na maioria dos principais mercados ao longo de 2019, incluindo Brasil, Índia, EUA e Reino Unido. É o que mostra levantamento da Accenture a partir da análise de dados da CB Insights, empresa global de dados e análises financeiras. Só no Brasil, o valor dos negócios aumentou quase três vezes, chegando a US$ 1,6 bilhões. O país ocupa o quinto lugar entre os maiores centros de captação de fundos de fintechs do mundo. O crescimento foi puxado por investimentos como a injeção de US$ 400 milhões no Nubank, maior fintech do país, e a de US$ 344 milhões no rival Banco Intermedium.

Segundo a Accenture, apesar da forte demanda global pelas fintechs, a previsão é que com o amadurecimento das startups os investimentos sejam direcionados cada vez mais aos países com economias em crescimento, onde ainda existem diversas oportunidades para inovações no mercado de consumo e corporativo.

Por outro lado, mesmo com os ganhos, o valor total de negócios de fintechs ao redor do mundo diminuiu 3,7%, chegando a US$ 53,3 bilhões, contra os US$ 55,3 bilhões de 2018. Naquele ano, os números foram impactados pelo valor recorde de US$ 14 bilhões registrados pela Art Financial e de outras três transações bilionárias de empresas chinesas.

O valor dos negócios nos EUA aumentou 54%, chegando a US$ 26,1 bilhões, enquanto o número de transações cresceu 6,9%, totalizando 1.232 no período. Já no Reino Unido, os investimentos em fintechs cresceram 63%, chegando a US$ 6,3 bilhões – praticamente o mesmo registrado em 2018 e 2017. Outros mercados europeus também registraram avanços significativos, com os investimentos nas fintechs alemãs chegando a US$ 1,5 bilhão em 2019 – um aumento de 83%.

Na China, houve queda de 92% nas transações em 2019, com valor total de US$ 1,9 bilhão. A maior transação do país foi registrada em junho, no valor de US$ 145 milhões. Vale lembrar que em 2018 a captação de fundos na China foi recorde, quando apenas quatro transações garantiram a entrada de aproximadamente US$ 20 bilhões.

Número de transações atinge níveis recorde no mundo todo, mas ritmo de crescimento cai

No mundo todo, o número de transações entre fintechs aumentou 6,8% em 2019, chegando a 3.472, outro nível recorde. Todavia, essa foi a taxa de crescimento mais baixa dos últimos nove anos, sugerindo que a atividade em mercados mais maduros pode estar se estabilizando, enquanto ganha força nos novos centros de fintechs.

Para ilustrar, o número de transações nos Estados Unidos cresceu apenas 6,9% e 2% no Reino Unido. Já os volumes das transações registradas na região Ásia-Pacífico foram muito mais altos – 11% no Japão, 16% na Austrália e 52% na Singapura – assim como na Europa, com ganhos de 37% na Alemanha e 79% na Suécia.

Deixe seu comentário